João Pessoa 17/07/2018 23:24Hs

Início » Destaque » PM será investigado por ter atirado em briga por batata frita

PM será investigado por ter atirado em briga por batata frita

Policial foi imobilizado pelas equipes de segurança do Parque do Povo e levado para a delegacia, onde foi ouvido e liberado

tiro disparado no Parque do Povo, em Campina Grande, nesse domingo (8), partiu da arma de um Policial Militar. Ele estava de folga e se desentendeu com um casal por causa de um prato de batata frita.

O policial foi imobilizado pelas equipes de segurança do Parque do Povo e levado para a delegacia, onde foi ouvido e liberado. Em depoimento, ele teria dito que foi agredido e usou isso para justificar o motivo do disparo. Ninguém ficou ferido. De acordo com o tenente-coronel Cristóvão Lucas, uma sidincância vai investigar se a conduta do PM foi correta.

Recentemente na Paraíba, quatro casos repercutiram bastante na sociedade. Agentes que deveriam servir à população, se viram como os vilões, envolvendo-se em casos de extrema violência, chegando a tirarem a vida de cidadãos comuns e até crimes envolvendo os próprios policiais, dentro de instituições de educação militar.

Em reportagem publicada no dia 22 de abril deste ano, o Portal Correio relembra casos e traz explicações de especialistas que tentam justificar essas atitudes. Reveja aqui.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.
Portal Correio