João Pessoa 26/04/2018 05:49Hs

Início » Câmara em foco » Prefeito Panta quer tributar em cima de desempregado, carente e sem benefício da gestão, isso é um assalto, diz vereador.

Prefeito Panta quer tributar em cima de desempregado, carente e sem benefício da gestão, isso é um assalto, diz vereador.

O vereador socialista Carlos Pereira Jr adiantou seu voto que é contra o projeto de Lei do prefeito Panta que o chamou de absurdo, declarou.

Em sessão ordinária bastante tumultuada desta terça-feira (15), que aconteceu na Câmara de Santa Rita com protesto da população do Distrito de Livramento cobrando do prefeito de Santa Rita-PB, tucano Panta, uma solução do caos instalado na saúde e na infra estrutura da zona rural, sem médico e medicamentos, cobrança de vereadores da situação do executivo cobrando o novo código tributário e vetos de projetos de Lei, depois da realização de mais uma sessão especial, o primeiro o vereador socialista Carlos Pereira Jr saiu em defesa da população carente, desempregada, sem benefício da gestão e sem receber o básico o qe tachou de é um assalto tributar em cima de que não pode pagar, disparou o vereador.

O vereador Carlos Pereira afirmou a reportagem do Paraíba Urgente de que mais revolta é o prefeito querer tributar em cima de quem se quer pode sair da zona rural reivindicar um atendimento no Programa de Saúde da Família, sem médico, medicamentos a cobrança de uma conclusão da reforma da referida unidade para o atendimento, esse protesto senhores vereadores é reivindicando o básico imaginem quando esse povo pobre que muitas vezes não tem nem o que  comer e se deslocar de Livramento a 28 km pagando passagem, são produtores, trabalhadores humildes senhores vereadores analisem por que esse nobre vereador adianta  seu voto diante de uma situação calamitosa que o prefeito quer tributar em cima de quem não tem condição de pagar, “todo imposto, tributo e taxa se faz necessário a uma cidade, mas que seja de forma que seja justo pagar de acordo com seu bolso e a situação de seu município”, que será contra toda ação que seja contra o povo e se aprovado todos em Santa Rita serão penalizados com essa nova cobrança de impostos e a população carente e desempregada não está preparada que o povo não tem culpa do que aconteceu no município pagar pagar a conta tão alta como quer o prefeito Panta, disse o vereador socialista Carlos Pereira Jr.

Carlos Pereira Jr disse ainda que a população necessita de ser consultada para obter conhecimento de que a peça tributária vai exigir da população por que a cidade passou por um processo de retrocesso moral, político e financeiro e o prefeito não adotou uma prioridade na saúde e investiu em monitoramento de câmeras para o patrimônio público que possui quase 600 vigilantes da área que cobre todo o município nos três turnos que custa cerca de R$ 3,6 milhões, com contratação absurda de consultoria que a conta só chega cara a população precisa tomar conhecimento e nas sessões itinerantes o povo tomará conhecimento de forma geral, disse Carlos Pereira.

Na sessão ordinária foi aprovado um requerimento do vereador Bruno Nóbrega solicitando sessões itinerantes em bairros por toda à Santa Rita, para levar o parlamento para perto do povo e escutar as demandas de ao completar oito meses de gestão. Na sessão ainda foi formada uma comissão entre os vereadores e o representantes da zona rural para visitar a secretária de saúde e obter uma informação para solução de imediato para os 4.500 moradores do Distrito de Livramento.No final da sessão chegou a informação que o médico do Distrito de Odilândia a 20 km do centro de Santa Rita deixou a prefeitura devido a reforma do PSF que não foi concluída e estava atendendo em uma igreja, e com receio de ser notificada pelo CRM o profissional que ocupava o posto a 14 anos foi obrigado deixar a comunidade rural.

Lamartine do Vale do Paraíba Urgente