João Pessoa 21/06/2018 12:27Hs

Início » Destaque » Professores do estado paralisam atividades, são recebidos pelo governador e pedem reajuste de 9%

Professores do estado paralisam atividades, são recebidos pelo governador e pedem reajuste de 9%

diretor do sindicato arrudaOs professores estaduais da Paraíba estão paralisando suas atividades nesta segunda-feira (30) com indicativo de greve sem prazo definido. Segundo o diretor administrativo do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep), Antonio Arruda, as reivindicações dos servidores se resumem ao cumprimento da lei federal sobre o piso salarial dos professores.

“Os professores receberam um reajuste de 4,5% nos seus salários no início do ano. A Lei do Piso determina um aumento de 13,01%. Nós estamos pedindo que o governo aumente 9% no nosso salário a partir de abril. Aí receberíamos 13,5%. Esse meio por cento a mais seria uma recompensa por conta do fato de que de janeiro a abril não recebemos o reajuste como deveria ser”, destacou Arruda.

Além do reajuste para os professores, Arruda destaca que o pessoal de apoio também está requisitando aumento de 7,8% a partir de abril, para reposição das perdas em relação ao aumento do salário mínimo.

“Além do salário, queremos a redução da jornada de trabalho do pessoal de apoio para 30 horas, e trabalho em apenas um turno, além da criação de cargos dos não docentes, para técnicos administrativos, vigilantes, merendeiras e toda a equipe que dá apoio ao magistério”, explicou.

O Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, tanto dos professores quanto da equipe de apoio também será assunto da audiência com o governador, que acontece no início da tarde desta segunda-feira.

João Thiago