João Pessoa 24/06/2018 14:45Hs

Início » Destaque » RC insinua não ver problema se PMDB quiser lançar candidatura própria e alfineta Cássio: ‘tem obrigação de ajudar a PB’

RC insinua não ver problema se PMDB quiser lançar candidatura própria e alfineta Cássio: ‘tem obrigação de ajudar a PB’

ricardo insinua 1O governador Ricardo Coutinho (PSB) alfinetou os adversários afirmando que “a eleição já passou” e que quem perdeu tem a obrigação de ajudar a Paraíba. Coutinho falou também sobre a aliança com o PMDB destacando que se alia a quem possa dar forças para o conjunto de ideias, as quais ele representa, possam ser implantadas e que continua com os mesmos princípios da aliança com o PSDB.

“Se observar bem o que eu dizia antes, continuo a dizer. Não sou representante de mim mesmo, mas de um conjunto de ideias e ação. Não estou na política para arranjar um emprego para mim”, alfineta.

Coutinho afirmou que representa esse conjunto de ideas e que em quaisquer circunstâncias, os que pudessem dar forças para a ideia se implantar eu aceitaria. “sou parceiro, nunca deixei ninguém no meio do caminho, não traio, não iludo ninguém, na política já fui traído”, afirmou.

O governador afirmou ainda que a questão das emendas para o estado não devem ser favores e minimizou a questão das alianças para o pleito. Falando da única emenda que conseguiu, que foi do senador Vital do Rego Filho (PMDB), para o aeroporto de Cajazeiras, Coutinho destacou que é preciso continua trabalhando.

“Quando chegar o momento da eleição cada um vai para o seu lado e dispute”, afirmou, dando a entender que poderia ter sido assim com o senador Cássio Cunha Lima, mas ao mesmo tempo podendo ser atribuída também à aliança com o PMDB.

A respeito do pleito Ricardo não se adianta afirmando apenas que na disputa ele será um adversário ético e duro naquilo que acredita, mas “daqui até lá temos a obrigação de trabalhar e não ficar tentando inviabilizar o governo de quem quer que seja”, alfineta.

Redação