João Pessoa 27/05/2018 15:48Hs

Início » Destaque » Ricardo Coutinho: “A política para Cartaxo é um emprego e não um projeto”

Ricardo Coutinho: “A política para Cartaxo é um emprego e não um projeto”

ricardo c1O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista concedida à imprensa nesta segunda-feira (07), aproveitou o momento para rebater as críticas que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), fez em relação às alianças que o PSB tem feito ao longo das últimas eleições e que não deram certo por descumprimento de acordos do próprio governador.

O chefe do Poder Executivo se defendeu dizendo que “fez e faz alianças em cima de projetos de programas políticos que sempre são cumpridos”. Segundo ele, os que não gostam do tipo do seu projeto é que sempre recuam.

“A história está ai para mostrar e nem preciso lembrar. O problema de Cartaxo é outro. É que a política pra ele é um emprego e não um projeto. Ninguém nunca ouviu expor a sua visão sobre a conjuntura nacional. Ninguém sabe porque ele se esconde. Eu fico longe de políticos que se escondem. Eu não me escondo e estou nas trincheiras. Eu me meço por essa mediocridade”, reagiu.

O gestor disse ainda que ao contrário de Cartaxo, que não tem nenhum programa de governo e se desfaz de uma aliança sem nenhuma explicação, ele tem condições e capacidade de fazer alianças e de defender um projeto que não muda.

Segundo ele, das eleições de 2004 até hoje, o projeto do PSB não mudou e todos os acordos foram cumpridos.

“Agora eu sei que Cartaxo não cumpre os acordos e quem indicou Cartaxo para vice-governador em 2006 fui eu e ele não pode negar. Eu o chamei no meu gabinete para comunicar o fato e combinar outros acordos, inclusive, ele assinou um documento e pouco depois desfez tudo”, revelou.

Ricardo Coutinho disse ainda que é preciso que Cartaxo tenha cuidado com o que diz porque ele não tem a capacidade de  dizer nada sobre descumprimentos de acordos.

“O que me mata é a minha memória. Eu cumpro com todos os acordos, desde que sejam éticos e é por isso que estou na política esse tempo todo e quando chegar o momento certo de sair, vou sair de cabeça erguida”, avaliou.

Hacéldama Borba