João Pessoa 14/08/2018 11:15Hs

Início » Destaque » Ricardo Coutinho se posiciona sobre paralisação dos funcionários e faz apelo às categorias

Ricardo Coutinho se posiciona sobre paralisação dos funcionários e faz apelo às categorias

Ricardo Coutinho se posiciona sobre paralisação dos funcionários e faz apelo às categoriasO governador Ricardo Coutinho (PSB) lamentou, nesta quarta-feira (10), a paralisação dos funcionários da Companhia de Agua e Esgotos da Paraíba (Cagepa), deflagrada hoje e lembrou que a empresa ainda passa por graves dificuldades financeiras e tenta se estabilizar antes de realizar qualquer tipo de negociação junto aos servidores.

Para o chefe do executivo, paralisar os trabalhos nessa ‘altura do campeonato é uma má ideia, no entanto, tanto o Estado quanto a Companhia farão o possível para que não falte à população a devida prestação de serviço.

“Eu acho que essa paralisação a essa altura é uma má ideia, a empresa vai muito mal, apesar do governo ter aumentado o subsídio e a receita”, lembrou.

O governador destacou que, logo que assumiu o mandato, encontrou a companhia em crise e, nesse momento, é preciso que ‘cada um saiba o peso que cada ator teve nesse processo para que a empresa tivesse chegado a essa situação’.

“A Cagepa tem um grave e alto comprometimento de pessoal com a receita, é preciso reconhecer isso”, destacou.

O governador falou também sobre as negociações, tentativas de diálogos com a categoria, com os segmentos e destacou que, o que o estado está propondo está dentro da capacidade máxima da Companhia.

“O governo do estado não pode propor mais nada e a companhia não pode propor mais nada do que a gente está propondo. A Cagepa tem bons salários, muito acima de qualquer média do serviço publico e até mesmo do próprio serviço privado, é preciso que isso seja levado em consideração”, apelou.

As declarações do governador foram feitas no final da manhã de hoje, durante solenidade de lançamento do site da Comissão da Verdade, no Palácio da Redenção, em João Pessoa.

PROPOSTA

Cagepa oferece 5% de reajuste e presidente acredita no entendimento com os sindicatos

O presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, informou que a proposta apresentada pela empresa foi de 5% de reajuste no salário e no vale-alimentação, com a implantação de forma parcelada. Ele confirmou que ficou agendada para a próxima sexta-feira (12), na sede da Superintendência Regional do Trabalho na Paraíba, a realização de uma nova rodada de negociações entre a diretoria da empresa e membros dos dois sindicatos que representam a categoria (STIPDASE-PB e STIUPB).

Deusdete revelou que a expectativa da diretoria da Cagepa é que haja um entendimento com as entidades sindicais na próxima sexta. Ele ressaltou que a atual situação financeira da Companhia impede a concessão de um reajuste de 9%, como foi sugerido pelos sindicatos.

“Durante todo aquele debate na Assembleia Legislativa sobre o aval do Governo do Estado para um empréstimo que a Cagepa vinha pleiteando à Caixa Econômica Federal, a Paraíba teve a oportunidade de conhecer melhor a realidade financeira da empresa”, destacou o diretor, acrescentando que apesar da autorização dada pelo Poder Legislativo Estadual, os recursos provenientes da operação de crédito ainda não foram liberados.

Da redação com PB Agora