João Pessoa 16/08/2018 20:11Hs

Início » Destaque » Romero cobra explicações do Governo Federal sobre a abertura das comportas de Coremas

Romero cobra explicações do Governo Federal sobre a abertura das comportas de Coremas

O deputado federal Romero Rodrigues apresentou hoje na Câmara dos Deputados Requerimento de Informações n.º 2702, de 2012, solicitando informações ao ministro da Integração Nacional sobre a determinação do diretor do DNOCS para a abertura das comportas do Açude de Coremas/PB, que se encontra com menos de 50 por cento de sua capacidade, para molhar as plantações de um amigo particular residente no Estado do Rio Grande do Norte.

Rodrigues afirma que apresentou a propositura com base no art. 50 da Constituição Federal, e nos arts. 115 e 116 do Regimento Interno que, ouvida a Mesa, sejam solicitadas informações ao ministro da Integração Nacional sobre a determinação do diretor do DNOCS para abertura das comportas do Açude de Coremas/PB, que se encontra com menos de 50 por cento de sua capacidade, para molhar as plantações de um amigo particular residente no Estado do Rio Grande do Norte.

Ele disse que paradoxalmente ao cenário da seca enfrentada pelos paraibanos, o maior reservatório de água doce da Paraíba (Açude de Coremas) está com 45,4% de sua capacidade. O volume diminui diariamente, pois uma das três comportas permanece aberta com objetivo de abastecer a região de Igarassú, no Rio Grande do Norte.

O diretor do DNOCS, do alto de sua prosopopeia, determinou a abertura das comportas do Açude de Coremas, que se encontra com apenas 50 por cento de sua capacidade, para molhar as plantações de um amigo particular residente no Estado do Rio Grande do Norte. A denúncia saiu na televisão, com direito a confissão do mal feito e a imagens da água saindo aos borbotões pelas comportas da vergonha. Enquanto isso falta água encanada na cidade de Coremas/PB.

O manancial abastece 10 cidades no Sertão paraibano e é o quinto maior do Nordeste. Segundo o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), as comportas estão abertas há pouco mais de um mês.

De acordo com o chefe do DNOCS em Coremas foi uma ordem da superintendência nacional e estão apenas cumprindo, o que nos deixa bastante preocupados porque dessa maneira o açude vai secar e não podemos concordar com isso.

Segundo a assessoria técnica da direção geral do órgão, apenas se chegar a 20% de sua capacidade é que o açude de Coremas terá suas comportas totalmente fechadas. O sertão paraibano vive em estado de alerta, temos expectativa de chuva em janeiro, mas precisamos nos prevenir. Não sabemos até quando as comportas ficam abertas, desde que não chegue a 20% e comprometa a segurança do reservatório.

Contrastando com a urgência pelos que sofrem com a seca, as obras de transposição do rio São Francisco continuam paralisadas na Paraíba. Segundo um dos engenheiros responsáveis, apenas três lotes da obra estão em andamento. A previsão de conclusão inicial para junho de 2010 foi adiada para o segundo semestre de 2015.

O Eixo Norte, acessível através de São José de Piranhas, no Sertão, está com apenas três lotes em andamento, os de número 1, 8 e 14. A conclusão está prevista para 2015. De acordo com um engenheiro responsável pelo lote 14, o túnel para abastecimento hídrico segue em andamento, mas o lote 7 está com obras paralisadas desde junho. Todo o Eixo Norte está atualmente com 60% do andamento concluído, mas estão sendo levadas adiante apenas as obras de três lotes.

Fonte: assessoria