João Pessoa 26/05/2018 04:13Hs

Início » Destaque » Seis pessoas são presas por estupro em três cidades da da Paraíba

Seis pessoas são presas por estupro em três cidades da da Paraíba

stupro-di-gruppoSeis pessoas  acusadas de estupro são presas em três cidades da Paraíba. Um agricultor de 26 anos foi preso, na quinta-feira (16), no município de Cacimbas, no Sertão paraibano, a 305 km de João Pessoa, suspeito de estupro de vulnerável contra uma menina de seis anos. Também na quinta, dois homens foram presos, e um se entregou, no município de Pedra Lavrada, no Seridó paraibano, a 230 km de João Pessoa, suspeitos de estupro contra uma mulher de 33 anos. Outras duas pessoas ainda foram presas pelo mesmo crime em João Pessoa e na cidade de Itapororoca, a 70 km da Capital.

Na Capital, um homem de 33 anos foi preso também nessa quinta (16), suspeito de estuprar e espancar uma mulher e de bater no filho dela, no bairro Colinas do Sul, na Zona Sul.

Segundo a polícia, o crime teria ocorrido na madrugada do dia 13 de fevereiro deste ano. A mulher de 38 anos estava voltando do hospital com o filho de 14 anos e foi abordada pelo suspeito quando desceu do ônibus.
De acordo com o depoimento prestado à delegada da Mulher, Amin Carneiro, o homem armado com duas facas anunciou o assalto e quando a vítima falou que não tinha dinheiro, ele mandou que ela e o filho fossem para trás de um Posto de Saúde e violentou sexualmente a mulher na presença do filho dela, que foi obrigado a ficar deitado com o rosto voltado para o chão.
Depois de praticar o crime, ainda segundo a vítima, o homem deixou os dois no local e voltou minutos depois com uma tábua que usou para bater em mãe e filho.
De acordo com a polícia, o suspeito já respondeu processo na Justiça por furto e agora foi autuado por lesão corporal e estupro. Ele foi ouvido e encaminhado para o Presídio do Roger, onde vai ficar até a sentença da Justiça.
Cacimbas
No município de Cacimbas, um agricultor foi preso suspeito de cometer estupro de vulnerável contra uma menina de seis anos de idade e por tentar estuprar uma outra menina de nove anos.
Segundo o delegado Clenaldo Quiroz, que atua na Delegacia da Polícia Civil no município de Teixeira, responsável pelos casos ocorridos em Cacimbas, o suspeito teria se aproveitado que a mãe da criança de seis anos não estava em casa e beijado a boca da menina.
“Ele foi preso na quinta-feira. Recebemos a denúncia da mãe da criança que foi estuprada de que o suspeito teria ido até a casa onde as meninas estavam. Percebendo que a mãe de uma delas não estava lá, ele chamou as meninas para o quintal e as agarrou. A criança de nove anos conseguiu fugir, mas a outra menina, de seis anos, foi agarrada e afirmou que o suspeito a teria beijado na boca”, disse o delegado.
Ainda segundo o delegado, a menina de seis anos passou por exame, no qual não foi constatado relação sexual, mas, como o crime foi cometido contra menores de 14 anos, o suspeito foi atuado por estupro de vulnerável.
O suspeito foi levado para a Cadeia Pública de Teixeira, onde está à disposição da Justiça.
Pedra Branca
Em Pedra Branca, o crime teria ocorrido no mês de junho e os suspeitos foram presos após denúncia anônima, durante uma ação conjunta da Polícia Militar e da Polícia Civil.
Segundo a polícia, uma denúncia anônima foi recebida informando que um dos suspeitos, um homem de 31 anos, estaria tentando fugir para Campina Grande. O suspeito foi preso no momento em que estava abastecendo o seu carro no município de Soledade, no Agreste paraibano, a 203 km da Capital.
O outro suspeito de cometer o crime, um jovem de 19 anos, foi preso em Pedra Lavrada, também após denúncia. Eles foram conduzidos à 13ª Delegacia Seccional de Picuí onde permaneceram à disposição da Justiça. Um terceiro suspeito de praticar o crime se entregou espontaneamente na delegacia.

Itapororoca

Um homem de 59 anos foi preso nessa quinta-feira (16) suspeito de abusar sexualmente da enteada, que, hoje, tem 15 anos, mas na época do crime tinha sete anos.

Maispatos.com