João Pessoa 18/06/2018 02:26Hs

Início » Destaque » Senado apoia emenda de Cássio para ‘anjos de startups’ no Supersimples

Senado apoia emenda de Cássio para ‘anjos de startups’ no Supersimples

Emenda do senador propõe a possibilidade de se investir em startups já em 2017

cássio super simplesO Senado concluiu nesta terça-feira (28) a votação do projeto que atualiza as regras para o enquadramento das empresas no Supersimples. A relatora da matéria, senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), acatou emenda apresentada pelo líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), que trata sobre o Investidor- Anjo – pessoa física que faz investimentos com seu próprio capital em empresas nascentes com um alto potencial de crescimento como as startups (empresas que buscam explorar atividades inovadoras).

A emenda do senador propõe a possibilidade de se investir em startups já em 2017.

“É importante que o financiamento das startups tenha início em 2017, e não no próximo ano, porque ele é um componente fundamental na formação e sobrevivência de empresas inovadoras. Portanto, não faz nenhum sentido adiar ainda mais a possibilidade de entrada em vigor de uma medida tão importante para o sucesso dessas empresas”, afirmou Cássio.

Empresas de pequeno porte

Supersimples é como é conhecida a legislação com regras tributárias simplificadas para as empresas de pequeno porte. O texto base tinha sido aprovado nessa terça-feira (21), mas foi submetido a um turno extra de votação, por se tratar de um substitutivo. Como houve alteração, a matéria volta para a análise da Câmara dos Deputados.

Investidor-Anjo

O Investidor-Anjo recebe, por seu investimento, uma participação societária minoritária no negócio, e não assume posição executiva na empresa, mas atua como um conselheiro orientando os empreendedores e participando das decisões estratégicas da empresa, aumentando muito suas chances de sucesso, bem como acelerando seu desenvolvimento.