João Pessoa 19/06/2018 01:24Hs

Início » Destaque » Universitários ocupa Câmara Municipal, protestam contra atos de vereadores em Santa Rita

Universitários ocupa Câmara Municipal, protestam contra atos de vereadores em Santa Rita

IMG_20141223_035937255[1].

Muito Barulho, apitaço, nariz de palhaço, buzinas e cartazes foi o que ocorreu na manhã desta terça-feira (23) na sessão ordinária da Câmara Municipal de Santa Rita, protesto, revolta e indignação por parte dos jovens universitários que cobram uma explicação dos vereadores pelos atos e de insegurança política administrativa gerada no município.

Os universitários couparam a Câmara Municipal de Santa Rita logo após abrir aquela casa legislativa tendo como objetivo de apresentar uma carta manifesto em relação a insegurança política que atravessa o município e revolta criado na sociedade com o retorno do prefeito cassado com a revogação dos atos de cassação a prefeitura.

O presidente Rubens Scapone afirmou que não queremos saber de prefeito A ou B, que uma política administrativa em nossa cidade e que a sociedade percebi hoje na Câmara Municipal e legislar em causa própria defender seus interesses. Scapone disse ainda que solicitou o vereador Sebastião do PT para que fosse lida a carta manifesto em relação ao que o município tem sofrido em nome da sociedade, pelos quais foi rejeitado por sua maioria dos vereadores e em seguida o presidente encerou a sessão.IMG_20141223_040018793[1]

O vereador João Junior se dirigiu a galeria da Câmara Municipal dialogar com os manifestantes e sugeriu que se formasse uma comissão conforme regimento interno para colocar em plenários, os quais levou a muito bate boca, entre universitário e vereador. Que segundo os universitários foram agredidos por um parlamentar com palavras de baixo calão, frisou o universitário presidente.

Conforme os universitários deram sequência ao protesto enfrente a Câmara Municipal, o qual abordaram o vereador Sebastião do PT, que se comprometeu a fazer a interlocução no plenário para ouvir os manifestantes na próxima sessão. De acordo com Scapone o movimento vai continuar até que os parlamentares tem a responsabilidade nas ações no plenário em defesa do povo.

IMG_20141223_043025427[1]

IMG_20141223_035914744[1]

IMG_20141223_040127487[1]