João Pessoa 14/08/2018 11:14Hs

Início » Destaque » Vereadores de Bayeux vão à tribuna da Câmara para defender ex-prefeito Berg Lima

Vereadores de Bayeux vão à tribuna da Câmara para defender ex-prefeito Berg Lima

Nessa quarta-feira (23), decisão do pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba foi de manter a prisão de Berg Lima

Vereadores da cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, foram à tribuna da Câmara Municipal, na sessão desta quinta-feira (24), defender e demonstrar apoio ao ex-prefeito da cidade, Berg Lima, expulso do cargo suspeito de extorquir um empresário para cobrar o pagamento de propina. Nesta quarta-feira (23), decisão do pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba foi de manter a prisão de Berg Lima.

Um dos vereadores que foi a tribuna foi Adriano Martins (PMDB), que inclusive fazia oposição ao ex-prefeito e é autor da denúncia contra ele. De acordo com Adriano, a defesa não é do prefeito, mas sim do ser humano.

“Na verdade não estamos defendendo o prefeito, estamos defendendo o cidadão. Quer dizer que um ser humano, vale menos do que R$ 3 mil? Berg não é um assassino, não é um marginal, ele deve pagar pelos seus erros, inclusive esta casa irá puni-lo se ao termino destas investigações, e quando a comissão apresentar e a gente achar que deve cassar, iremos cassar”, disse o vereador.

Segundo ele, Berg tem que pagar pelos erros, mas em liberdade. “Todos os 17 vereadores são a favor da soltura do ser humano, porém são a favor que a justiça seja feita. Que Berg pague pelos erros, mas em liberdade. A gente está indignado com o que esta família vem passando, a mãe e esposa dele com três meses de gravidez, nós estamos sensibilizados com isso”, afirmou.

De acordo com o vereador Roni Alencar(PMN) que é presidente da comissão processante no Berg Lima, nem todos os vereadores estão sensibilizados com a situação do ex-prefeito.

“Não foram todos os 17 vereadores não. Se não me falhe a memória, foram três ou quatro que usaram a tribuna para reclamar do tempo em que ele está preso. A comissão está neutra, está levantando os fatos, vai escutar as testemunhas, o parecer do relator foi pela continuidade da comissão”, disse.

Portal Correio