João Pessoa 22/06/2018 13:10Hs

Início » Economia » Sanções ocidentais afetam os negócios de um orgulho russo: a vodca

Sanções ocidentais afetam os negócios de um orgulho russo: a vodca

Exportações da bebida-símbolo do país caíram 40% em 2015 por causa das retaliações do Ocidente que se seguiram ao conflito na Ucrânia

vodka-20143101-originalVolume de exportações da bebida em 2015 foi o menor em dez anos

Em 2015, as exportações de vodca da Rússia caíram 40%, de acordo com reportagem do jornal de negócios russo Kommersant. As sanções ocidentais impostas por causa do conflito na Ucrânia são o principal motivo, de acordo com a publicação.

As receitas russas com o embarque da bebida e outros destilados somaram 111,9 milhões de dólares com o declínio, segundo o Kommersant, que cita dados alfandegários oficiais. O montante é o mais baixo em uma década.

As vendas ao Reino Unido, o principal destino da vodca russa no exterior, caíram 35% em 2015. As exportações aos Eestados Unidos, por sua vez, caíram 22%.

O jornal informou que as exportações da bebida caíram em todos os mercados, mas os embarques para a Ucrânia caíram mais, com recuo de 70%. As relações entre Moscou e Kiev continuam tensas depois de a Rússia anexar a Crimeia, antigo território ucraniano, em 2014.

A Rússia tem um problema de longa data com vodca. A Organização Mundial de Saúde disse que o país tem um dos maiores números de mortes relacionadas com o álcool do mundo. A organização diz que cada russo consomiu, em média, 15,1 litros de álcool em 2014. É o quarto maior volume de consumo per capita do mundo.

Veja