João Pessoa 21/05/2018 17:01Hs

Início » Entretenimento » Atores que vivem casal sem sexo em ‘O outro lado’ apontam o machismo como motivo do drama

Atores que vivem casal sem sexo em ‘O outro lado’ apontam o machismo como motivo do drama

Melissa vai se frustrar ao ser rejeitada por Diego Foto: Estevam Avellar/rede globo/divulgação

A união de Diego (Arthur Aguiar) e Melissa (Gabriela Mustafá) tinha tudo para ser explosiva: ele, um cara sexual; ela, uma virgem louca para experimentar as delícias do sexo. Só que o resultado, na cama, será catastrófico, já que o geólogo se recusa a tocar na mulher por querê-la pura, em “O outro lado do paraíso”.

— Ele tem um distúrbio de percepção. Acho que nunca se relacionou com uma mulher sem pagar. Portanto, vê o sexo apenas para resolver uma questão fisiológica, além de achar que é um ato sujo. Não admite que a mulher dele sinta desejo, chegue ao orgasmo. Melissa é perfeita por nunca ter sido tocada, e ele quer mantê-la assim — diz Arthur, de 28 anos, que encontrou entre suas pesquisas homens com questões parecidas:

— Ele tem um distúrbio de percepção. Acho que nunca se relacionou com uma mulher sem pagar. Portanto, vê o sexo apenas para resolver uma questão fisiológica, além de achar que é um ato sujo. Não admite que a mulher dele sinta desejo, chegue ao orgasmo. Melissa é perfeita por nunca ter sido tocada, e ele quer mantê-la assim — diz Arthur, de 28 anos, que encontrou entre suas pesquisas homens com questões parecidas:

— Infelizmente, ainda há aqueles que diferem a mulher para transar e para casar.

Gabriela, de 20 anos, também acredita que esse problema tenha raiz no machismo.

— Melissa é uma idealização da cabeça de Diego. A rejeição do marido faz com que todos seus sonhos se despedacem. Ele é egoísta, não está preocupado com os desejos dela. O cara é impotente com a mulher, o que existe muito por aí: homens que não tocam suas companheiras do jeito que elas gostariam por idealizá-las demais — analisa.

Arthur não acha que o geólogo seja impotente, argumenta que ele sequer tenta transar em casa. Mas concorda com Gabriela ao acreditar que uma união não se sustenta sem sexo.

— Há vários fatores importantes num casamento, e o sexo é um dos pilares. Precisa haver desejo dos dois lados— opina Gabriela.

Arthur completa:

— O sexo se mostra como um dos caminhos para se ter um relacionamento saudável. É uma forma importante de manter a chama da paixão acesa.

Extra