João Pessoa 23/05/2018 16:28Hs

Início » Esporte » Belfort ataca Mayweather no MMA: “Perderia para lutador de 14 anos”

Belfort ataca Mayweather no MMA: “Perderia para lutador de 14 anos”

Ex-campeão do peso-meio-pesado ironiza mudança de carreira do americano e sugere lutas com outras lendas como Chuck Liddell, Tito Ortiz e Randy Couture

Floyd Mayweather, um dos maiores lutadores de boxe da história, está decidido a mudar de profissão em breve. O americano pretende trocar o ringue pelo octógono no futuro, mas essa mudança não é vista com bons olhos pelo ex-campeão do peso-meio-pesado, Vitor Belfort. O brasileiro duvida que Mayweather mantenha a supremacia no MMA, e acredita que o americano não teria chances nem se lutar contra atletas adolescentes.

– Acho que ele não tem chance nem contra garotos de 15, 14 anos. Acho que ele não tem a menor chance. Ele tem muito a aprender no chão, chutes. Acho que é uma ilusão (dizer) que isso aconteça, a menos que sejam regras diferentes ou uma luta no mundo dele. Com os braços que ele tem, no peso dele, ele é um fenômeno. Mas, quando envolvemos as pernas e outras coisas, ele não tem chance – disse Belfort durante sessão de “Hangout” com membros da imprensa brasileira, na última sexta-feira, segundo transcrição do site “MMA Fighting”.

Vitor Belfort, que lutou boxe antes de começar sua carreira no MMA em 1996, tem seu retorno ao octógono marcado para o dia 12 de maio, no UFC 224. A luta contra Lyoto Machida pode marcar o adeus de Belfort ao octógono, a não ser que surjam propostas interessantes – nas quais ele inclui sua ideia de se criar uma “categoria de lendas”, com os grandes nomes do passado do MMA.

– Existem muitas (promoções). Tem os bilionários russos, milhões de lugares. O próprio UFC tem muito dinheiro, eles só precisam montar cards que vendam. Uma luta entre eu e Chuck Liddell, Tito Ortiz, trazer o Randy Couture de volta. Como que essas lutas de lendas não venderiam?

Competir fora do UFC também poderia dar a Vitor Belfort a chance de continuar o tratamento de reposição de testosterona, banido pelas comissões atléticas dos Estados Unidos desde 2014.

– Na verdade, hoje eu estou em desvantagem e eles com a vantagem. Tenho uma deficiência hormonal e todo mundo sabe disso. Você pode ter uma isenção para uso terapêutico. Eles estão em vantagem contra mim. Mas, tudo bem, faz parte da vida. Esportes têm muitas chances. Pessoas com deficiência como asma, ou outras deficiências, têm o direito de equilibrar as coisas.

Voltar a competir no boxe também é uma possibilidade e, citando novamente Mayweather, Belfort sugere que a lenda do boxe aumente de peso e mude de categoria para que eles possam se enfrentar.

– Ele não é o campeão invicto? Luto como Mayweather. Usarei luvas maiores e ele menores.

O Combate