João Pessoa 26/05/2018 13:43Hs

Início » Esporte » Bellator 157: Chandler derruba ‘Pitbull’ pelo cinturão dos pesos-leves; ‘Rampage’ Jackson vence

Bellator 157: Chandler derruba ‘Pitbull’ pelo cinturão dos pesos-leves; ‘Rampage’ Jackson vence

Brasileiro acabou nocauteado com apenas dois minutos de combate na noite desta sexta-feira (24), na segunda edição do Dynamite, disputada na cidade de Saint Louis, no Estado do Missouri

bellator 157O mundo das artes marciais mistas ganhou um campeão na noite desta sexta-feira (24 de junho). Em combate marcado pela precisão de um golpe ímpar, Michael Chandler venceu Patricky ‘Pitbull’ pelos pesos-leves no ‘Bellator 157: Dynamite 2’ em evento disputado na cidade de Saint Louis, no Estado do Missouri, nos Estados Unidos. O duelo teve transmissão ao vivo e com exclusividade na tela do FOX Sports 2 e doFOXPlay.com. O cinturão da categoria pertencia a Will Brooks. Após sua ida para o UFC por um contrato de seis combates, os donos da empresa de MMA lhe tiraram o título, que esteve vago desde então.

Lutando em casa, o norte-americano acertou um direto de direita no brasileiro, que foi à lona de forma definitiva com apenas dois minutos de combate, apresentando o potiguar ao seu primeiro nocaute sofrido na carreira. Com isso, Michael Chandler retomou de vez o cinturão dos pesos-leves após dois anos. Durante a comemoração, o lutador acabou se desentendendo ainda no cage com Patrício Freire, ex-campeão dos pesos-penas do Bellator e irmão de Patricky ‘Pitbull’.

No combate principal da noite, Quinton ‘Rampage’ Jackson ficou longe de confirmar seu favoritismo e acabou vencendo apenas por decisão dividida e polêmica o japonês Satoshi Ishii, medalha de ouro em judô nos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na categoria superior a 100 quilos. Em duelo de peso combinado, o americano de 38 anos mostrou-se visivelmente fora de forma, e acabou facilmente dominado no jogo de chão e também nas grades no primeiro round.

Apostando na trocação no retorno ao combate, o norte-americano mostrou que tinha armas para vencer. A empolgação, no entanto, durou pouco, e o japonês retornou a luta novamente ao solo, onde mostrou sua superioridade. Com rendimento melhor no terceiro round, o ex-campeão dos meio-pesados do UFC acabou convencendo os juízes, que lhe deram a contagem por pontos diante de Satoshi Ishii.

Fox Sports