João Pessoa 21/05/2018 16:57Hs

Início » Esporte » Com gol de Neymar, PSG vence Toulouse antes de pegar o Real

Com gol de Neymar, PSG vence Toulouse antes de pegar o Real

O Paris Saint-Germain venceu mais uma no Campeonato Francês neste sábado e ganhou ainda mais confiança para o importante duelo da próxima quarta-feira, contra o Real Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. . Enfrentando o Toulouse, fora de casa, os líderes da competição dominaram o primeiro tempo, mas só conseguiram abrir o placar na etapa complementar, onde foram mais eficientes para assegurarem o triunfo por 1 a 0, com gol de Neymar, que chamou a responsabilidade e conseguiu furar o forte bloqueio defensivo dos rivais, que lutam contra o rebaixamento.

Sem poder contar com Edinson Cavani, poupado para o importante duelo com os Real, o técnico Unai Emery, ao menos, pôde promover o retorno de Neymar, que não esteve presente no último duelo da equipe, pela Copa da França, após comemorar seu aniversário de 26 anos. Mais velho, o brasileiro chegou ao seu 28º gol em 27 jogos pelo PSG nesta temporada.

O jogo – O Paris Saint-Germain deu seu cartão de visitar logo aos quatro minutos. Em boa trama pela esquerda, Di Maria acionou Neymar em profundidade, que, por sua vez, deu uma penteada na bola antes de deslocar o marcador e cruzar rasteiro para Kimpembe, que, dentro da pequena área, bateu rápido e viu o goleiro adversário defender no reflexo, salvando os donos da casa de sofrerem o gol precoce.

Já aos 25 minutos foi a vez de Mbappe arrancar em velocidade pela direita, driblar o zagueiro e bater cruzado, exigindo grande defesa do goleiro Lafont, que vinha sendo o principal jogador do Toulouse na primeira etapa. Posteriormente, o jovem atacante francês participou de uma excelente troca de passes com Neymar e Di Maria, acionando o brasileiro dentro da área, porém, o craque da equipe teve seu chute travado na hora “h”.

Bastante caçado nos primeiros 45 minutos do confronto, Neymar continuou participativo, mas foi outro jogador do PSG que, por pouco, não garantiu a vantagem para a equipe visitante antes de se dirigir ao intervalo. Em cobrança de escanteio antes dos acréscimos, Di Maria quase marcou um gol olímpico ao bater fechado, carimbando o travessão do Toulouse.

Gazeta Esportiva