João Pessoa 15/07/2018 21:10Hs

Início » Esporte » Corinthians e Inter estão brigando por tudo. Até pelo coração de Tite

Corinthians e Inter estão brigando por tudo. Até pelo coração de Tite

tecnico titeDepois do ‘caso Petros’ no STJD e no meio da luta pelo terceiro lugar no Brasileirão, com consequente vaga direta na fase de grupos da Libertadores, Corinthians e Internacional travam outra batalha. A nova disputa é pelo acerto com Tite visando 2015. Os dois clubes já sondaram o treinador e dependem de suas respectivas eleições presidenciais para baterem o martelo no tema. Enquanto isto, cada lado tenta ganhar mais pontos na missão de conquistar o coração do treinador.

O termo não é figura de linguagem. Corintianos e colorados já sabem que simplesmente oferecer o salário mais gordo não garantirá acerto com Tite. O técnico campeão da Copa Sul-Americana no Beira-Rio e comandante da Libertadores e do Mundial no alvinegro quer um bom projeto. O próprio já disse isso com todas as letras.

“Os trabalhos em que fui melhor foram os com tempos de realização. Você precisa de tempo de trabalho”, afirmou Tite ao UOL Esporte na semana passada.

A favor do Corinthians pesa a ótima relação com Roberto de Andrade, candidato de situação na eleição presidencial de fevereiro. Também tem ótimo trânsito com Edu Gaspar e com Andrés Sanchez, mandatário do clube em sua vitoriosa passagem por lá.

Do lado do Inter, o relacionamento também é muito bom com Vitório Piffero – candidato de oposição e que foi presidente durante o período em que Tite trabalhou no Colorado. Em setembro, a reportagem mostrou que a ligação entre eles é o grande trunfo da chapa 02 na eleição do Inter. Em recente entrevista, Piffero desconversou ao falar sobre os contatos com o treinador.

“Não falei com ninguém”, respondeu sobre sondagem a Tite. “E se tivesse falado, não admitiria publicamente”, completou depois diante da insistência.

Em Porto Alegre um dos entraves seria D’Alessandro. Em 2009, o gringo e Tite tiveram um atrito que resultou no afastamento do atual capitão e líder do vestiário. Publicamente os dois lados já trataram de afirmar, mais de uma vez, que o problema foi resolvido. Mas pessoas influentes no clube gaúcho ainda temem o tipo de relação que a dupla pode vir a ter.

Apesar de ser o queridinho do mercado para o cargo de técnico, Tite não é unanimidade. Pelo menos na eleição do Inter. Candidato de situação, Marcelo Medeiros já indicou que se vencer o pleito marcado para o próximo dia 13, deve renovar o contrato de Abel Braga.

“O Tite é um estudioso, um profissional que tem meu respeito, mas não conheço ele. O Abel eu conheço. E ele conhece o grupo, o clube. Isso é importante”, disse Medeiros.

 

Uol