João Pessoa 20/06/2018 09:06Hs

Início » Esporte » Dudu desencanta, e Palmeiras vence Santa Cruz com autoridade

Dudu desencanta, e Palmeiras vence Santa Cruz com autoridade

moises-contra-o-santa-cruz-1466293182093_615x300Um pequeno susto, sem efeito para apagar uma tarde de festa no Allianz Parque. Neste sábado, o Palmeiras contou com uma grande exibição ofensiva para superar com autoridade o Santa Cruz por 3 a 1 e recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro – pelo menos até este domingo, quando o Internacional encara o Figueirense, fora de casa, para tentar retomar a ponta.

De quebra, o Palmeiras viu um dos seus principais jogadores desencantar. Dudu fez dois gols, deu show com passes importantes – como quando deixou Gabriel Jesus na cara do gol, na segunda etapa -, e liderou a sexta vitória palestrina na Série A, a qual deixa o clube com 19 pontos, mesmo número do Inter.

Em contrapartida, o Santa Cruz perdeu a chance de confirmar a reação no Brasileiro. A quarta derrota nos últimos cinco jogos deixa o clube pernambucano com 11 pontos, estacionado exatamente no meio da tabela (10º lugar).

O embalado Palmeiras, que não perde há cinco rodadas, retorna a campo já na terça-feira, quando, a partir das 21h30 (de Brasília), receberá o América-MG, novamente no Allianz Parque. O Santa Cruz joga na quarta-feira, às 21h, contra o Flamengo, no Arruda.

Quem foi bem: Moisés por todos os lados

Moisés acabou ‘sacrificado’ por Cuca nesta tarde de sábado. Conforme a estratégia ousada de Cuca, o meio-campista atuou a maior parte da partida como o volante responsável pela saída de bola e proteção do sistema defensivo – Tchê Tchê usufruía de maior liberdade. Apesar de recuado, o camisa 28 manteve o nível de exibição altíssimo. Aos poucos, se torna fundamental para este time.

Quem foi mal: zaga do Santa Cruz

Formada por uma linha com Vítor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa, o sistema defensivo do Santa Cruz teve problemas para encaixar a marcação no “leve” Palmeiras. Sem um atacante de ofício, Dudu e Gabriel Jesus revezavam no comando do ataque, confundindo os marcadores, enquanto Róger Guedes dava trabalho pelo lado direito do campo. Para completar, o goleiro Tiago Cardoso colaborou com uma falha grotesca no primeiro gol dos donos da casa ao soltar a bola nos pés de Cleiton Xavier.