João Pessoa 19/07/2018 23:09Hs

Início » Esporte » Entidade antidoping entra com pedido para aumentar punição de Guerrero no CAS

Entidade antidoping entra com pedido para aumentar punição de Guerrero no CAS

Agência Mundial Antidoping (AMA) apresentou recurso ao Tribunal de Arbitragem Esportiva contra a redução de pena após exame apontar metabólito benzoilecgonina em 5 de outubro

O jogador peruano Paolo Guerrero apresentou um recurso ao Tribunal de Arbitragem Esportiva (CAS) contra os seis meses de sanção por doping que a FIFA lhe impôs em dezembro do ano passado, após reduzir a punição inicial de um ano, enquanto que a Agência Mundial Antidoping (AMA) recorreu contra esta redução.

O CAS confirmou nesta sexta-feira os pedidos feitos por ambas as partes, assim como o início de um procedimento, pelo qual no próximo dia 3 de maio em Lausanne (Suíça) realizará uma audiência com elas.

Segundo explicou o CAS, o recurso de Guerrero pede que se anule a sanção que lhe resta por cumprir, segundo a decisão do Comitê de Apelação da FIFA, enquanto a AMA pede que o jogador receba uma sanção de entre um e dois anos, no qual se leve em conta o período de punição que já passou.

No dia 20 de dezembro a Comissão de Apelação da FIFA estimou em parte um recurso de Paolo Guerrero contra a sanção de um ano, imposta pela Comissão de Disciplina após seu teste de doping dar positivo no mês de outubro, e diminuiu o período de tempo em seis meses.

Esta redução da sanção a seis meses permitirá a Guerrero disputar a Copa da Rússia.

Guerrero foi pego no antidoping em 5 de outubro após uma partida das Eliminatórias da Copa entre Peru e Argentina em Buenos Aires, quando foi encontrado o metabólito benzoilecgonina, estimulante que figura na lista de substâncias proibidas pela AMA 2017.

Fox Sports