João Pessoa 22/05/2018 08:04Hs

Início » Destaque » Flu bate pontuação dos dois últimos campeões e mira recorde de vitórias

Flu bate pontuação dos dois últimos campeões e mira recorde de vitórias

Depois de dois tropeços diante de Grêmio e Atlético-MG, o Fluminense se reencontrou com a vitória ao derrotar o Coritiba por 2 a 1 na noite da última quinta-feira. E o novo triunfo levou o Tricolor de volta a sua rotina de superar marcas recentes do Campeonato Brasileiro. Agora com 72 pontos conquistados, a equipe do técnico Abel Braga ultrapassou a pontuação dos dois últimos campeões nacionais: o Corinthians (2011) e o próprio Flu (2010), que levantaram a taça com 71 pontos. A do Flamengo de 2009 – 67 pontos – já havia sido batida na 30ª rodada. Ainda faltam cinco rodadas para o fim da competição.

Desde 2006, apenas uma equipe alcançou os 72 pontos e não acabou campeã: o Grêmio, vice em 2008. A 21ª vitória em 33 partidas aproximou também o Fluminense daquele que deve ser o próximo recorde a ser superado pelos comandados de Abel. Na era dos pontos corridos com 20 clubes, a equipe que acumulou mais vitórias em uma mesma edição do Brasileirão foi o São Paulo de 2007, que venceu 23 vezes. Para superar o recorde de pontos do mesmo São Paulo em 2006 (78), no entanto, o Tricolor ainda precisa conquistar mais sete.

Para Abelão, o mais importante foi reabrir nove pontos de vantagem sobre o vice-líder Atlético-MG, que só jogará na próxima quarta-feira, diante do Flamengo, no Estádio Independência. Partida, aliás, que o comandante tricolor disse que vai “assistir de camarote”.

Campeões desde 2006*
2011 – Corinthians, 71 pontos
2010 – Fluminense, 71 pontos
2009 – Flamengo, 67 pontos
2008 – São Paulo, 75 pontos
2007 – São Paulo, 77 pontos
2006 – São Paulo, 78 pontos
*quando a competição passou a ser disputada por 20 equipes.

– Vencemos e agora vamos ver esse jogo de camarote. Só voltamos a jogar no próximo domingo contra um São Paulo que vem em uma arrancada muito boa no segundo turno. Na quarta, aliás, eles jogam fora de casa pela Sul-Americana. Agora jogamos a pressão para o outro lado. Sabíamos que até um empate seria ruim e poderia dificultar as coisas. Recolocamos três vitórias a mais, que é o primeiro critério de desempate. Isso obriga o Atlético-MG a ter de fazer algo a mais do que nós. Se perdermos apenas um eles não podem perder nenhum. Vai ser assim até o fim. Por isso a vitória diante do Coritiba era fundamental – resumiu o treinador.

Já matematicamente garantido na Libertadores de 2013, o Fluminense volta a campo apenas no próximo dia 4 de novembro para enfrentar o São Paulo, às 17h (de Brasília), no Morumbi, pela 34ª rodada do Brasileirão. Por conta do tempo até o jogo, os titulares ganharam três dias de folga e se reapresentam apenas na próxima segunda-feira.

globoesporte