João Pessoa 17/11/2017 17:36Hs

Início » Esporte » Ibra pode voltar à seleção da Suécia após classificação para Copa

Ibra pode voltar à seleção da Suécia após classificação para Copa

Especulações começaram logo após o empate com a Itália, que garantiu os suecos no Mundial da Rússia. Técnico não se anima

Ibrahimovic em ação pela seleção sueca: cena pode se repetir (Foto: Ruben Sprich/Reuters )

O apito final que confirmou a classificação da Suécia para a Copa do Mundo de 2018 ainda ecoava no estádio San Siro quando a especulação começou: será que o artilheiro aposentado Zlatan Ibrahimovic voltará à seleção sueca para o Mundial da Rússia?

A Suécia havia acabado de obter uma vitória no agregado de 1 x 0 sobre a Itália com um elenco sem grandes nomes, um time que roubou o segundo lugar do Grupo A da Holanda nas eliminatórias e derrotou a França em casa antes de eliminar os italianos – tudo isso sem Zlatan.

“Isto é incrível. O jogador parou de jogar (pela seleção) há um ano e meio atrás e ainda estamos aqui falando sobre ele”, disse o técnico da Suécia, Jan Andersson, a repórteres, quando indagado se Ibrahimovic deve voltar.

O jogador, de 36 anos, se despediu da seleção sueca depois da decepção da eliminação na fase de grupos da Euro 2016, encerrando uma carreira internacional na qual marcou 62 gols, muitos deles espetaculares, em 116 atuações por seu país. O atacante assistiu no estádio à vitória por 1 a 0 da Suécia sobre a Itália, no jogo de ida da repescagem.

Pouco depois do jogo desta segunda, Zlatan publicou uma foto nas redes sociais (veja abaixo) com a legenda “Nós somos a Suécia”. Até esta terça-feira ela já tinha mais de 1 milhão de curtidas no Instagram, mas Andersson não pareceu totalmente positivo a respeito de um possível retorno.

“Zlatan é, como eu já expressei, nosso maior jogador de todos os tempos, um atleta fantástico de todas as maneiras, mas ele escolheu não participar”, afirmou o treinador em uma coletiva de imprensa em Milão nesta terça-feira.

“Estes caras que participaram tiveram um desempenho fantástico. É triste sentar e conversar sobre alguém que não estava aqui. Tenho um grupo que se saiu fantasticamente, podemos falar deles ao invés disso”, disse.

Band