João Pessoa 21/05/2018 07:07Hs

Início » Esporte » Inter lamenta gols sofridos no início, mas Guto valoriza ponto fora de casa

Inter lamenta gols sofridos no início, mas Guto valoriza ponto fora de casa

Os jogadores do Internacional lamentaram o fato de que o time tomou dois gols no início dos dois tempos do jogo no qual empatou por 2 a 2 com o Luverdense, na noite desta segunda-feira, em Lucas do Rio Verde (MT), mas o técnico Guto Ferreira fez questão de valorizar o ponto somado fora de casa no confronto que abriu a 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O resultado levou o Inter aos 63 pontos na liderança da competição, três à frente do vice-líder América-MG, que nesta terça-feira jogará contra o ABC, em Belo Horizonte, com a chance de se igualar à equipe gaúcha na ponta da tabela.

“Só toma quem está na partida. Eu não tenho como tomar. Estou fora. Os 11 (jogadores) estão lá. O ideal é que não se tome, mas acontece”, afirmou Guto Ferreira, em entrevista coletiva, ao minimizar os gols sofridos pelo Inter, sendo que o primeiro deles foi marcado por Alfredo aos 56 segundos de jogo e o segundo aos dois minutos da etapa final, por Marcos Aurélio.

“Todo mundo quer ganhar sempre, mas sei o quanto é difícil jogar em Lucas do Rio Verde. Já estive três vezes aqui, mas nunca perdi. Foi um ponto de suma importância para a classificação (à elite nacional)”, ressaltou o comandante.

Autor dos dois gols de empate do Inter no duelo diante do Luverdense, Leandro Damião não escondeu a sua decepção com as falhas que permitiram que o time da casa ficasse à frente do placar por duas vezes, assim como reconheceu que a atuação da equipe, como um todo, não foi boa.

“Tomamos gol cedo, não tivemos equilíbrio. O adversário teve muito espaço. Sabíamos da qualidade do chute do Marcos Aurélio, que chuta muito bem. O time deles foi muito bem, mas temos que levantar a cabeça, não perdemos a liderança”, afirmou o atacante, deixando claro que esperava por uma vitória do Inter neste último confronto.

O meia D’Alessandro foi outro a expressar a sua insatisfação pela ineficiência defensiva do Inter, que na última sexta-feira já havia decepcionado na parte ofensiva ao ficar no empate por 0 a 0 com o CRB, no Beira-Rio, na rodada anterior da Série B. “Tomar gol no primeiro minuto, no primeiro tempo, e no segundo aconteceu a mesma coisa”, disse o ídolo argentino, que qualificou o resultado desta segunda como “ruim” principalmente pelo fato de que a equipe vinha de duas partidas decepcionantes em casa – antes de empatar com o CRB, foi derrotado por 1 a 0 pelo Ceará em Porto Alegre.

Estadão