João Pessoa 22/06/2018 05:30Hs

Início » Esporte » Prass pede tempo a Roger e elogia Lucas Lima: “Grande jogador”

Prass pede tempo a Roger e elogia Lucas Lima: “Grande jogador”

Fernando Prass trabalhou com três treinadores ao longo da decepcionante temporada do Palmeiras. Aos 39 anos de idade, o experiente goleiro pede tempo ao técnico Roger Machado em 2018 e elogia o meia Lucas Lima, principal contratação do clube alviverde.

“Não digo que espero que ele (Roger) tenha tranquilidade para trabalhar no Palmeiras, porque não vai ter, mas que tenha tempo para poder formar um time, porque isso não acontece do dia para a noite. Precisa de sequência, tempo, treinamento, jogos. Então, tomara que tenha esse tempo”, disse Prass ao Sportv, com informações positivas sobre Roger.

“É um cara que temos sempre as melhores referências de atletas que trabalharam com ele como treinador, de ideias muito boas, de um trabalho no dia a dia muito bom, de conceitos muito atuais”, afirmou Prass, com contrato renovado até o final da próxima temporada.

Em 2018, sob o comando de Roger Machado, Fernando Prass terá a companhia de Lucas Lima. Ao elogiar o meio-campista, o veterano goleiro lembrou os últimos confrontos entre Palmeiras e Santos, principalmente a final da edição de 2015 da Copa do Brasil.

“É um grande jogador e nos deu muito trabalho jogando contra. Naquele título da Copa do Brasil, dificultou muito as coisas. No Brasileiro do ano passado, também. A gente espera que possa se adaptar o mais rápido possível, porque a cobrança vai ser muito grande”, avisou Prass.

Considerado favorito em todos os torneios que disputou, o Palmeiras encerrou a temporada de 2017 sem títulos. No próximo dia 18 de janeiro, na condição de mandante, o time alviverde inicia sua participação no Campeonato Paulista diante do Sandro André.

“Acho que esse ano foi bom para a gente se calejar e criar uma couraça”, explicou Prass, com o desejo de aproveitar as lições em busca de títulos em 2018. “Mesmo que fora de campo se mantenha uma expectativa muito grande, a gente, do lado de dentro, vai saber trabalhar melhor com isso”, completou.

Gazeta Esportiva