João Pessoa 24/06/2018 01:16Hs

Início » Esporte » Timão segura Cássio, mas pode perder mais dois titulares até julho

Timão segura Cássio, mas pode perder mais dois titulares até julho

Com a abertura da janela de transferências do futebol europeu, a cúpula alvinegra espera propostas para Bruno Henrique, Elias e Fagner, atletas visto como bom potencial de mercado no exterior

cassiotreinosegurabola715O Corinthians não pretende negociar o goleiro Cássio com equipes do futebol nacional. O jogador, que recebeu sondagens do Grêmio após ser relegado à condição de reserva de Walter, é visto como essencial no elenco tanto pela parte técnica quanto por ser um dos líderes dos corintianos. Dessa forma, o técnico Tite e a diretoria não querem perdê-lo, muito menos para um possível concorrente direto na briga pelo título Brasileiro.

Barrado pelo mau momento técnico e por estar acima do peso considerado ideal, Cássio passa pelo que pessoas do clube chamam de “fase de transição”. Na opinião de responsáveis pelo departamento de futebol, o camisa 12 não esperava perder a condição de titular devido ao prestígio conquistado junto à torcida, o que fez com que seu rendimento diminuísse. Outro ponto ressaltado é o fato de o clube tê-lo segurado e renovado seu contrato após o próprio atleta dizer que queria ir para o Besiktas-TUR.

O ponto que pode preocupar o torcedor corintiano, no entanto, é o de mais uma provável saída de titulares. Com a abertura da janela de transferências do futebol europeu, a cúpula alvinegra espera propostas para Bruno Henrique, Elias e Fagner, atletas visto como bom potencial de mercado no exterior.

 

O trio, contratado em 2014, manteve-se como titular durante praticamente todo o tempo em que estiveram no clube, algo que, na visão dos corintianos, aumenta a possibilidade de transferência. Até o momento, no entanto, nenhum deles recebeu qualquer sondagem para transferências. Há na diretoria também um consenso de que dois titulares é o máximo que se pode perder caso o clube queira continuar na briga pelo título nacional.

Quem tem o futuro mais incerto é o camisa 7, que está disputando a Copa América Centenário pela Seleção Brasileira. O jogador, alvo do Shandong Luneng-CHI no começo do ano, já deixou claro que não assegurava sua permanência para o segundo semestre. Por ter custado R$ 12 milhões aos cofres do clube e se tratar de um atleta com 31 anos de idade, dificilmente clube e jogador deixariam passar a chance de fazer dinheiro com uma transferência.

A única certeza, porém, é sobre Felipe. O jogador teve 75% de seus direitos econômicos negociados com o Porto-POR por cerca de R$ 25 milhões. Resta saber quando ele terá de se apresentar aos portugueses, que têm pré-temporada marcada apenas para o dia 28 de junho. Caso chegue apenas para esta data, o defensor ainda poderia jogar mais cinco jogos pelo Alvinegro, contando com o Derby deste domingo, no Palestra Itália.