João Pessoa 18/08/2018 06:31Hs

Início » Esporte » UFC divulga comunicado sobre prisão de Oezdemir; equipe se defende

UFC divulga comunicado sobre prisão de Oezdemir; equipe se defende

Cotado para enfrentar Daniel Cormier pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg), Volkan Oezdemir pode ver o seu futuro mudar rapidamente. Isso porque o suíço, que estava em ascensão na maior organização de MMA do mundo, foi detido por uma “agressão grave” na Flórida (EUA). Sobre o assunto, o UFC garantiu que está atrás de mais informações antes de tomar qualquer decisão.

A polícia local afirmou que o atleta foi preso devido a uma agressão, “que pode ter causado danos corporais ou deficiência”. De acordo com o site ‘Bloody Elbow’, os representantes da organização afirmaram que estão cientes da prisão do meio-pesado (93 kg) e vão monitorar a situação, antes que o futuro do atleta seja definido.

“O UFC está ciente da situação envolvendo o atleta da divisão meio-pesado, Volkan Oezdemir. A organização está em processo para coletar mais informações e estará monitorando a situação de perto antes de determinar se alguma outra ação é necessária”, declarou a entidade.

A equipe do lutador também divulgou um comunicado sobre o caso, em que afirma que as acusações contra o suíço aconteceram em agosto passado, em função de uma “briga de bar”. De acordo com a publicação feita no site ‘MMA Junkie’, Oezdemir está confiante de que o episódio será esclarecido.

“Um funcionário do Ministério Público descreveu o incidente que baseia o caso e não é nada além de uma briga de bar, na qual o Sr. Oezdemir não foi o agressor. Suas ações são totalmente justificáveis com base nas leis da Flórida. O Sr. Oezdemir expressou sua fé no sistema judiciário dos Estados Unidos e está ansioso para que todos os fatos que aconteceram no dia 12 de agosto de 2017 sejam esclarecidos”, manifestou a equipe do atleta.

Oezdemir é o mais cotado para enfrentar Cormier pelo cinturão da categoria meio-pesado. O pedido para que o suíço fosse um desafiante partiu do próprio atual campeão da divisão. O lutador permanece detido na Broward County Jail e sua fiança foi estabelecida no valor de 10 mil dólares (cerca de R$ 33 mil).

Ag. Fight