João Pessoa 24/04/2018 12:44Hs

Início » Esporte » Vasco vence o Santos e segue vivo na Série A

Vasco vence o Santos e segue vivo na Série A

O Vasco segue com esperanças de continuar na Série A do Campeonato Brasileiro. O Gigante da Colina precisava da vitória a qualquer custo na partida contra o Santos, que foi adiada por mais de uma hora por causa do temporal que atingiu São Januário. O time do técnico Jorginho conseguiu superar os reservas do Santos por 1 a 0, gol de pênalti de Nenê.

Com o placar, o Vasco foi a 40 pontos e segue na 18ª posição. A pontuação da equipe carioca é a mesma do Figueirense, 17º colocado. O Avaí, primeiro time fora do Z4, tem 41. Do outro lado, o Santos acabou com qualquer chance matemática de ir à Libertadores. Resta ao Peixe conseguir a vaga com o título da Copa do Brasil. Na quarta-feira, a equipe da Baixada Santista decide o torneio contra o Palmeiras.

Precisando do resultado de qualquer maneira, o Vasco criou mais oportunidades na etapa inicial. No entanto, a primeira grande chance foi do Peixe. Aos quatro minutos, Nilson escorou cruzamento de cabeça e obrigou Martín Silva a fazer grande defesa. Daí em diante começou o festival de chances vascaínas.

Aos nove minutos, Andrezinho teve uma oportunidade clara quase na pequena área, mas mandou para fora. Aos 23, Nenê finalizou praticamente do mesmo lugar de seu companheiro e foi travado por Daniel Guedes. Aos 32, Rafael Vaz esteve perto de marcar uma pintura ao emendar uma bicicleta depois de saída de Vanderlei, só que a bola passou por cima. E aos 36, Riascos aproveitou indecisão do goleiro santista e da defesa para finalizar por cobertura. Porém, o tiro saiu pela linha de fundo.

O Vasco só conseguiu abrir o placar aos 44, com um pênalti discutível. No minuto anterior, Nenê ficou com uma sobra na área e o goleiro Vanderlei saiu do gol com um carrinho imprudente. O vascaíno apenas levantou a bola e saltou, sem ser tocado. O árbitro Leandro Vuaden apitou a penalidade, que foi convertida pelo próprio Nenê.

vasco vence e respirauguaio foi Geuvânio em cobrança de falta.

Band