João Pessoa 22/07/2018 08:43Hs

Início » Esporte » Wagner Ribeiro diz que Santos receberá quase R$ 40 milhões

Wagner Ribeiro diz que Santos receberá quase R$ 40 milhões

Presidente do PSG se comprometeu a pagar o Peixe após pedido do pai de Neymar

PSG vai cumprir a regra da Fifa que beneficia o clube formador (Foto: Christian Hartmann/Reuters)

O conta bancária do Santos terá um acréscimo significativo nos próximos dias. Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, o empresário Wagner Ribeiro confirmou que o Peixe deve receber cerca de 38 milhões de reais pela transferência milionária de Neymar para o Paris Saint-Germain graças a um pedido do pai do atleta.

“Essa cláusula de solidariedade é bem discutível. Porque o Neymar não foi vendido do Barcelona para o PSG. Foi rescindido um contrato. E isso não gera essa receita de solidariedade. Porém, ontem, o pai do Neymar pediu ao Nasser (presidente do PSG) que independente dessa cláusula, pagasse ao Santos de 4% a 5%. Ele disse que vai pagar na minha frente. Você pode ter certeza que o PSG vai pagar em torno de 38 milhões de reais”, disse.

Uma norma da Fifa obriga o clube formador a receber até 5% do valor da transferência, dependendo do tempo que o atleta ficou na equipe. A polêmica surgiu pelo fato de não se tratar de uma venda, mas sim de uma rescisão contratual. Curiosamente, o valor que será recebido agora é maior do que o Peixe arrecadou com venda do atacante para o Barcelona, em 2013, quando embolsou aproximadamente R$ 26 milhões.

Wagner também explicou o motivo de Neymar ter ficado de fora da estreia do PSG no Campeonato Francês neste sábado e colocou a culpa no Barcelona.

“O Barcelona recebeu um cheque na quinta-feira de 222 milhões de euros. Um cheque bancário, do banco do Qatar e com sede em Paris. Eles acham que o cheque só será dinheiro quando for compensando, e isso demora dois dias úteis no mínimo. E por isso não liberaram ele para jogar”, afirmou.

“O Barcelona não mandou o TMS (certificado de transferência entre as federações). É um absurdo, sendo que é um chefe ativo do banco do Qatar. É uma forma desagradável de lidar com um ídolo que só fez elogios ao Barcelona. Ele saiu pela porta da frente, mas infelizmente não houve reciprocidade”, completou.

O empresário ainda justificou o motivo de Neymar ter optado por sair do Barça e disse que o jogador aceitou um “desafio calculado”.

“Ele veio para um desafio. O desafio de ganhar o que ele já ganhou no Barcelona. No Barcelona, qualquer título que viesse seria normal. Aqui, uma disputa de uma final de Champions League já seria uma coisa maravilhosa para ele e para o PSG também. É um desafio calculado. Se Deus quiser vai dar certo”, finalizou.

Veja também
calculadora

Band