João Pessoa 22/06/2018 22:30Hs

Início » Esporte » Willian brilha, mas Messi desencanta e Chelsea e Barcelona empatam em Londres

Willian brilha, mas Messi desencanta e Chelsea e Barcelona empatam em Londres

Chelsea e Barcelona ficaram no empate por 1 a 1 nesta terça-feira, em Londres, no duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Willian foi o grande nome do time inglês, martelou e deixou sua marca após três tentativas, mas, do outro lado, o apagado Messi precisou de apenas uma chance para selar a igualdade e dar ligeira vantagem aos catalães para a volta.

Nome garantido na lista de Tite para a Copa do Mundo, Willian vinha sofrendo para firmar seu espaço no Chelsea com Antonio Conte, mas foi uma das novidades da escalação desta terça após grande atuação no fim de semana, pela Copa da Inglaterra. E o brasileiro não decepcionou. Ele comandou o ataque londrino e poderia ter saído como herói, não fosse a trave impedir que marcasse em duas oportunidades, antes que finalmente balançasse a rede.

Com a vantagem construída pelo brasileiro, o Chelsea parecia ter o triunfo em mãos, mas bastou uma falha crassa para Messi aproveitar e empatar, marcando pela primeira vez contra este adversário, após oito jogos em branco. Melhor para o Barcelona, que agora pode empatar sem gols em casa, no dia 14 de março, para ficar com a classificação. Ao lado inglês, será necessário uma vitória ou empate superior a 1 a 1.

Hazard foi o responsável pelos primeiros bons momentos do Chelsea nesta terça, em chutes de longe, mas o início do jogo foi todo do Barcelona. O time catalão ganhou o campo de ataque, manteve a posse de bola e criou boa chance com Paulinho, de cabeça. A bola saiu por pouco.

Só que a defesa inglesa levava a melhor sobre o ataque adversário e permitia aos donos da casa saídas esporádicas ao ataque. Bem mais efetivo, o Chelsea viu Willian chegar perto duas vezes no primeiro tempo. Na primeira, aos 32 minutos, o brasileiro tirou facilmente de Busquets e arriscou de fora da área, com força. A bola explodiu na trave.

Apenas oito minutos depois, Willian repetiu a dose: aproveitou o espaço da defesa do Barcelona e tentou de longe. Desta vez, a bola bateu na outra trave. Hazard, também de fora, ainda levou perigo uma última vez e mostrou que o primeiro tempo foi mesmo todo do Chelsea, apesar dos 71% de posse de bola com que o Barcelona saiu para o intervalo.

De tanto tentar, Willian finalmente marcaria aos 16 da etapa final. Enquanto todo mundo esperava um cruzamento para a área, Hazard encontrou o brasileiro próximo à meia-lua. Ele dominou, ajeitou para a direita e bateu firme, com bastante curva, fazendo a bola morrer no canto esquerdo de Ter Stegen.

O duelo parecia ter um herói definido, ainda mais porque o Barcelona sofria com atuações apagadas de Luis Suárez e Messi. Só que aos 29 minutos, o Chelsea cometeu erro fatal. Christensen tentou cruzar um passe na frente da área e entregou para Iniesta, que dominou já tirando de Azpilicueta. O espanhol, então, encontrou na Messi na entrada da área, com o trabalho apenas de deslocar o goleiro e selar o resultado.

Istoé