João Pessoa 25/09/2018 20:37Hs

Início » Esporte » Ferrari anuncia novo diretor esportivo para 2015

Ferrari anuncia novo diretor esportivo para 2015

Maurizio Arrivabene substituirá Marco Mattiacci

++ F1: Ferrari, Arrivabene nuovo team principal ++A Ferrari anunciou nesta segunda-feira (24) que Maurizio Arrivabene será o novo diretor esportivo da equipe para 2015. Ele substituirá Marco Mattiacci, que está no cargo há sete meses.

 

Arrivabene vem da Philip Morris, empresa de tabaco, onde começou em 1997 após passar 20 anos trabalhando na Itália. Ele sempre atuou nas atividades de marketing e de promoções para o exterior.

 

Segundo nota divulgada pela equipe, o novo chefe de equipe cresceu dentro da empresa e, em 2007, se tornou o vice-presidente da Marlboro Global Communication & Promotions. Em 2011, passou para a vice-presidência no setor de estratégia de consumo dentro da Philip Morris.

 

A relação com a Ferrari existe há anos e ele sempre foi responsável pelo patrocínio da marca seja em Maranello ou em circuitos da Fórmula 1 pelo mundo. Desde 2010, Arrivabene é membro da comissão da categoria esportiva que representa todas as empresas patrocinadoras da F1.

 

De acordo com o presidente da escuderia, Sergio Marchionne, a chegada de Arrivabene é um marco para a equipe. “Decidimos nomear Maurizio porque, nesse momento histórico da escuderia e da F1, temos a necessidade de ter uma pessoa que conheça a fundo não somente a Ferrari, mas também os mecanismos e as necessidades que governam este esporte”, declarou.

 

Marchionne ainda destacou que a presença e o conhecimento do novo chefe vem de anos e que ele “é uma fonte constante de ideias inovadoras para a F1”.

 

Ele substituirá Marco Mattiacci, que assumiu a equipe em abril e atuava como presidente da Ferrari na América do Norte. Marchionne também desejou “sorte nos novos desafios” de Mattiacci e agradeceu pelos “15 anos de equipe”.

 

A Ferrari está renovando assim toda a sua estrutura esportiva e anunciou desde a saída de Fernando Alonso para a chegada de Sebastian Vettel até a troca de presidente em setembro, quando Luca di Montezemolo deixou a equipe para a chegada de Marchionne.

 

Agencia Ansa