João Pessoa 25/09/2018 18:45Hs

Início » Mundo » Líder do Estado Islâmico estaria na Síria com pequeno grupo

Líder do Estado Islâmico estaria na Síria com pequeno grupo

Chefe do Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi

O líder do grupo Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, está em território sírio, ao longo da fronteira com o Iraque, e viaja com um punhado de homens, incluindo seu filho e seu genro – afirmou uma autoridade iraquiana nesta quarta-feira (9)

Nesta zona da Síria, onde o EI ainda controla alguns territórios, incluindo “Al-Hajin, Al-Chaddadi, Suar e Markada”, o “califa” autoproclamado do EI “se desloca acompanhado de quatro, ou cinco pessoas, incluindo seu filho e seu genro”, relatou este general do serviço de Inteligência que pediu para não ser identificado.

“Seus movimentos são discretos, e ele nunca circula em um comboio”, acrescentou.

Esta autoridade também anunciou que as forças iraquianas conseguiram capturar “cinco dos mais importantes comandantes” do grupo radical sunita e mataram 39 combatentes do EI em ataques aéreos nas últimas duas semanas na Síria.

“Baghdadi logo será o alvo”, previu o general.

Com base nas informações coletadas durante interrogatórios, a fonte assegurou que “as fileiras do EI diminuíram drasticamente, bem como seu financiamento depois que ele perdeu todas as refinarias de petróleo que controlava”.

Derrotado por uma vasta operação militar contra o “califado” autoproclamado em 2014 em um território que se estendia pelo Iraque e pela Síria, o EI agora controla menos de 5% do território sírio, principalmente áreas desérticas do centro e do leste.

Em fevereiro, um funcionário do Ministério do Interior iraquiano havia indicado que o líder do EI estava vivendo e sendo tratado em um hospital de campanha no nordeste da Síria, depois de ter sido ferido em ataques aéreos.

Em meados de 2017, a Rússia anunciou que provavelmente havia matado Abu Bakr al-Baghdadi em uma incursão de sua aviação perto de Raqa, na Síria. Ela então apontou que ainda estava verificando a informação sobre sua morte.

Posteriormente, um oficial americano afirmou que o líder do EI provavelmente ainda estava vivo e escondido no Vale do Eufrates, no leste da Síria.

Istoé