João Pessoa 23/06/2018 12:00Hs

Início » Mundo » Ataque saudita mata 30 prisioneiros de rebeldes no Iêmen

Ataque saudita mata 30 prisioneiros de rebeldes no Iêmen

BEIRUTE, 13 DEZ (ANSA) – Pelo menos 30 prisioneiros de um centro de detenção controlado por rebeldes houthis no Iêmen foram mortos em um ataque aéreo da coalizão liderada pela Arábia Saudita. A informação é da emissora catariana Al Jazeera.

O bombardeio ocorreu na madrugada desta quarta-feira (13) e também deixou “dezenas de feridos”. A prisão fica em um campo na zona leste da capital iemenita, Sanaa, dominada pelos rebeldes.

Segundo dados das Nações Unidas, o conflito no país árabe já provocou mais de 8,6 mil mortes.

 De um lado, está o presidente Abd Rabbo Mansur Hadi, apoiado pela Arábia Saudita e pelas outras monarquias sunitas da região; do outro, os houthis, que contam com suporte dos xiitas Irã e Hezbollah.

Os confrontos se intensificaram nos últimos dias, após os rebeldes terem matado o ex-presidente Ali Abdullah Saleh, que foi deposto na Primavera Árabe, se aliou aos houthis e depois se reaproximou da Arábia Saudita.

A guerra agravou a já difícil situação de um dos países mais pobres do mundo, onde 20 milhões de pessoas precisam de assistência humanitária. Além disso, uma epidemia de cólera provocou a morte de cerca de 2,2 mil iemenitas.

Agência Ansa