João Pessoa 22/05/2018 14:07Hs

Início » Mundo » Bashar al-Assad promete respeitar trégua nos combates na Síria

Bashar al-Assad promete respeitar trégua nos combates na Síria

O líder sírio, Bashar al-Assad, prometeu ao presidente russo, Vladimir Putin, que ele respeitaria a trégua no campo de batalha entre a oposição e o regime, prevista no projeto de acordo russo-americano. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (24) pelo Kremlin.

barsharDe acordo com o comunicado, divulgado depois de uma conversa por telefone entre os dois dirigentes, Assad confirmou que o governo sírio estava pronto “para contribuir ao fim nos combates”. O texto afirma que o líder sírio considera esse passo importante para obter uma solução política para o conflito. Putin e Assad ressaltaram “a importância de manter a luta contra o grupo Estado Islâmico, a Frente al-Nusra, e outros grupos considerados terroristas pela ONU”.

O Ministério das Relações Exteriores sírio já havia declarado nesta terça-feira (23) que o regime sírio havia aceitado a trégua, mas daria continuidade às operações visando os grupos extremistas. O presidente russo disse que o país faria o “necessário” para que o regime possa interromper os ataques e disse esperar que os Estados Unidos também cumpram com essa parte do acordo.

A proposta de trégua, cujas modalidades foram definidas por Moscou e Washington, acontecem cerca de três semanais depois do fracasso das negociações de paz em Genebra, e após uma proposta que deveria ter entrado em vigor na sexta passada, mas que foi ignorada. O regime sírio já deixou claro que “reagirá” se for atacado.

Oposição síria ainda não se pronunciou

A oposição síria ainda não decidiu se participará do plano russo-americano visando o fim dos combates na Síria a partir de sábado. A declaração foi dada pelo chefe dos negociadores da oposição, Mohamad Allouch, ao canal Orient News. A resposta, disse, será dada pelo Alto Comitê de Negociações. Mohamad Allouch dirige o departamento político da organização Djaïch al Islam, uma das facções rebeldes mais importantes da Síria.

Noticiário Internacional