João Pessoa 17/08/2018 07:10Hs

Início » Mundo » Líder do Estado Islâmico aparece entre os mais poderosos do mundo em ranking da Forbes

Líder do Estado Islâmico aparece entre os mais poderosos do mundo em ranking da Forbes

Abu Bakr al-Baghdadi ocupa a 54ª posição e é uma das doze novas personalidades a integrarem a lista

rico da forbesLíder do Estado Islâmico discursa em uma mesquita em Mossul

NOVA YORK — O ranking deste ano da revista “Forbes” das pessoas mais poderosas do mundo inclui um nome no mínimo controverso: o líder do Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi. Esta é a primeira vez que Baghdadi aparece na lista, junto com o presidente russo, Vladimir Putin, que ocupa a primeira posição, e o presidente americano, Barack Obama, no segundo lugar.

Baghdadi ocupa a 54ª posição e é uma das doze novas personalidades a integrarem o ranking. Ele se autoproclamou califa — um título mantido pelos sucessores do profeta Maomé — de todos os muçulmanos em junho e lidera o grupo radical que controla atualmente vastas áreas do Iraque e da Síria. Além disso, é o homem mais procurado do momento pelos Estados Unidos.

Segundo a “Forbes”, o extremista foi incluído na lista por causa da quantidade de território controlado pelos jihadistas e pelo dinheiro que o grupo conquistou ao tomar posse de instalações petrolíferas. Mas a revista reconheceu que a adesão à lista poderia ser considerada a “mais fraca”, por causa da a provável expectativa de vida dele.

“Em um período extremamente curto, os combatentes do EI tomaram porções significativas do Leste da Síria e do Oeste do Iraque, atraindo a atenção do planeta com uma série de decapitações bárbaras e conseguindo grandes quantidades de dinheiro, principalmente por meio de venda de petróleo no mercado negro”, justificou a “Forbes” em comunicado.

Em julho, Baghdadi fez sua primeira aparição pública depois de se autodeclarar califa e causou polêmica por usar um relógio de pulso volumoso e de 3,5 mil libras (cerca de R$ 13 mil), de acordo com o jornal britânico “The Telegraph”. O fato levou a uma enxurrada de comentários nas redes sociais.

Todos os anos, a “Forbes” escolhe 72 personalidades mundiais e leva em consideração o dinheiro que possuem, a quantidade de pessoas impactadas por suas decisões e a esfera de sua influência, informou a revista ao divulgar o ranking anual.

O  globo