João Pessoa 18/06/2018 13:41Hs

Início » Mundo » O Austrália: carro atropela multidão em Melbourne e deixa pelo menos 14 feridos

O Austrália: carro atropela multidão em Melbourne e deixa pelo menos 14 feridos

Ao menos 12 pessoas ficaram feridas, algumas delas gravemente, depois que um automóvel atropelou pedestres em uma área muito movimentada de Melbourne.REUTERS/Luis Ascui

Um carro atropelou uma multidão nesta quinta-feira (21) em Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália, deixando pelo menos 14 pessoas feridas, algumas gravemente.

Testemunhas contam que as pessoas foram arremessadas pelo veículo, um Suzuki Vitara branco, com dois homens a bordo, que só parou depois de bater em um poste. Segundo a polícia, que prendeu o motorista e o passageiro, os atropelamentos foram propositais, mas as autoridades do país por enquanto não confirmam se o ato foi terrorista.

O drama aconteceu por volta das 16h30, em um local muito frequentado no centro da cidade, situada no sudeste da Austrália. “As motivações dos dois homens por enquanto são desconhecidas”, disse o comandante da polícia de Vitória, Russell Barret. “Ainda estamos no início das investigações”. Pelo menos 14 pessoas foram levadas para o hospital, de acordo com as equipes de resgate.

Segundo a rede de TV australiana Sky News, uma criança machucou a cabeça e foi hospitalizada em estado grave. No Twitter, a polícia australiana fez um apelo pedindo ao público que envie imagens ou outras informações que ajudem a compreender o drama.

Ataques com carros

 Em janeiro deste ano, um carro também atropelou um multidão no centro de Melbourne, deixando seis mortos. Um homem suspeito de esfaquear o irmão atingiu vários pedestres em uma perseguição com a polícia. O ataque, que não tinha ligação com grupos terroristas, chocou o país, que é alvo de ameaças jihadistas. Segundo as autoridades, mais de 13 projetos de atentado foram desmantelados nos últimos anos.

Em agosto, as autoridades australianas publicaram um guia sobre as medidas que devem ser tomadas para proteger a população desse tipo de atentado. Entre elas, um sistema de alarmes públicos, barreiras, câmeras, árvores, estátuas e a presença de funcionários formados para reagir rapidamente.

Os atentados terroristas com veículos têm sido frequentes em vários países. Além do Nice, no sul da França, ocorrido em 14 de julho de 2016, que deixou 86 mortos, atentados similares ocorreram em Berlim, Nova York, Londres, Estocolmo e Barcelona.

Noticiário Francês