João Pessoa 17/07/2018 15:38Hs

Início » Notícias » Amigos de Temer viram réus por organização criminosa

Amigos de Temer viram réus por organização criminosa

Suspeitos de intermediar propina

Ex-assessor e amigo de Michel Temer, José Yunes foi acusado por Lúcio Funaro de receber propina para o ex-presidente

O juiz Marcos Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, aceitou denúncia por organização criminosa contra o advogado José Yunes e o coronel João Baptista de Lima Filho. Ambos amigos do presidente Michel Temer.

As denúncias fazem parte das investigações do chamado “quadrilhão do MDB”. O magistrado também abriu ação penal contra outras 7 pessoas. Os acusados agora passam à condição de reús.

A denúncia foi apresentada em setembro de 2017 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Depois de a Câmara dos Deputados suspender o trâmite das investigações contra Temer, os casos em que figuravam pessoas sem foro privilegiado foram enviados à 1ª Instância da Justiça Federal em Brasília.

Em 21 de março, a Procuradoria da República no Distrito Federal aditou a denúncia, acrescentando 5 novos nomes ao rol de acusados, entre eles Lima e Yunes.

Também tornaram-se réus nesta 2ª feira os ex-ministros Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves, o deputado cassado Eduardo Cunha e o ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures.

Poder360