João Pessoa 22/04/2018 23:51Hs

Início » Notícias » Amistoso entre Alemanha e Holanda é cancelado por razões de segurança

Amistoso entre Alemanha e Holanda é cancelado por razões de segurança

Jogo seria disputado em Hannover, na Alemanha

ALEMANHA E FRANÇAPoliciais acompanham a saída de torcedores após o cancelamento do amistoso entre Alemanha e Holanda em Hannover  

HANNOVER, Alemanha — O amistoso entre Alemanha e Holanda, que seria disputado na tarde desta terça-feira em Hannover, foi cancelado por motivos de segurança. A partida estava marcada para as 17h45m (horário de Brasília). Outros estabelecimentos que sediariam eventos no entorno também acabaram cancelando suas atividades por precaução, de acordo com relatos da imprensa local.

A polícia alemã ainda não deu mais informações sobre os motivos do cancelamento. No começo da tarde uma área próxima ao estádio havia sido fechada após a polícia ter encontrado um pacote suspeito. As autoridades, porém, deram inicialmente a liberação para a realização do jogo.

Os policiais orientaram os torcedores a deixar o estádio em grupos pequenos, andando e evitando o transporte público. A chanceler alemã Angela Merkel acompanharia a partida no local.

No momento do esvaziamento do estádio, os jogadores da Alemanha estavam se dirigindo ao local. O perfil da seleção alemã afirmou no Twitter que o time já está em um lugar seguro.

— A segurança é primordial. Há um medo que você terá sempre. Eu confio na polícia e acho que ela tomou a decisão certa. Se uma situação de ameaça existe, então devem ser tomadas essas medidas — disse o prefeito de Hannover, Stefan Schostok.

Bélgica x Espanha, outro jogo amistoso que estava marcado para esta terça-feira, em Bruxelas, foi cancelado na noite de segunda, também por razões de segurança. A delegação espanhola já estava na capital belga, sob um esquema de segurança similar ao que recebera a seleção de Israel em jogo das eliminatórias da Euro.

Na sexta-feira passada, o amistoso entre França e Alemanha no Stade de France, em Paris, foi marcado pelas explosões de bombas do lado de fora do estádio, que deixaram três mortos, em um dia em que Paris sofreu uma série de atentados que culminaram na morte de 129 pessoas.

 O Globo