João Pessoa 27/05/2018 13:19Hs

Início » Notícias » ‘Assaltavam e não tinham receio de matar uma pessoa de bem’, diz delegado sobre bando latrocida

‘Assaltavam e não tinham receio de matar uma pessoa de bem’, diz delegado sobre bando latrocida

O Porto de João Tota, comunidade de Mandacaru, era o quartel general de uma organização criminosa que fez centenas de vitimas na Capital. “Eles saiam para assaltar e não tinham receio de tirar a vida de uma pessoa de bem”, diz o delegado Diego Garcia, que comandou hoje a Operação Latros, reunindo 120 homens das políticas Civil e Militar.

Onze pessoas foram presas até o momento. Mais mandados de prisão estão sendo cumpridos.

Diego Garcia explicou que o bando roubava motos e, com elas, assaltavam em vários bairros de João Pessoa. Se houvesse reação das vitimas, eles executavam.
“São criminosos de altíssima periculosidade”, avalia o delegado.
Uma das vítimas do bando foi o vigilante Fábio Alves, morto em setembro ao tentar evitar um assalto em frente a escola onde trabalhava.
Paraíba.com