João Pessoa 24/06/2018 20:37Hs

Início » Notícias » Atletas do Figueira partem para cima de juiz

Atletas do Figueira partem para cima de juiz

Jogadores ficaram revoltados com a atuação de Marielson Alves, que teve que ser "escoltado" por Rafael Moura

Rafael Moura protegeu o árbitro da ira de atletas do FigueirenseIndignados, os jogadores do Figueirense partiram para cima do árbitro Marielson Alves da Silva após a derrota por 2 a 1 contra o Inter, em jogo válido pela última rodada do Brasileirão. O gol que decretou o triunfo colorado saiu aos 50 minutos do segundo tempo, o que foi a gota d’água para os atletas do Furacão. O destino de Marielson poderia ter sido pior se Rafael Moura não tivesse encardo o espírito de He-Man, seu apelido, e intervido a favor do homem do apito.

 

Após o apito final, Thiago Heleno deu uma peitada e empurrou Marielson. França, que foi o primeiro de quatro jogadores a receber cartão vermelho na partida, voltou a campo e correu atrás do árbitro. O volante só parou quando foi contido pelo técnico Argel Fucks.

 

Quem tentou apaziguar a situação foi o atacante Rafael Moura, do Inter, que “escoltou” o juiz até que ele conseguisse chegar junto aos policiais militares, que o protegeram.

 

Em entrevista coletiva após o jogo, Argel criticou Marielson.

 

“O ponto de desequilíbrio da partida foi a expulsão do França, depois disso o jogo descambou. Não consigo entender a arbitragem, sempre vai ser assim, sempre acontecem as mesmas coisas. Parece que precisa expulsar um jogador do time que está ganhando e é time pequeno. O França não fez nada, não foi nada. O jogo foi estragado, jogador não tem sangue de barata”, afirmou.