João Pessoa 24/06/2018 14:31Hs

Início » Notícias » Berg Lima deixa prisão mas se torna réu em ação no Tribunal de Justiça e continua afastado da prefeitura

Berg Lima deixa prisão mas se torna réu em ação no Tribunal de Justiça e continua afastado da prefeitura

O Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu na manhã desta quarta-feira (29) dar início ao processo de investigação e receber a denúncia contra o prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido). O gestor foi solto nesta terça-feira (28) por decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Em entrevista ao Portal paraiba.com.br, o advogado de Berg, Raoni Vita, vai ser apresentada uma nova defesa com documentos e provas. Ele explicou que o Tribunal reconheceu que o flagrante que culminou com a prisão do político não poderia ter sido considerado desta maneira e que a prisão dele teria sido irregular.

Vita afirmou ainda que de acordo com a decisão do Tribunal, Berg não poderia ter sido preso naquele momento e que em tese a única prova que existe contra o gestor é o depoimento do empresário (que aparece no vídeo supostamente pagando propina a Berg). “Em tese eles se limitaram a apreciar o depoimento do empresário”, disse.

Agora a defesa aguarda a publicação da decisão de hoje, já que o relator poderá ter que adaptar o voto ou alguma questão e então os advogados verão o exato teor do que foi decidido e aguardar se dá curso da instrução processual ou se vai apresentar outros pedidos de retorno do cargo.

Por enquanto o prefeito continua afastado.

A respeito da soltura, o advogado de Berg, afirmou que o prefeito está reconfortado pela decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) por ter “reconhecido a impossibilidade de que ele estivesse preso e reconheceu o erro do TJ. Traz um alento grande para ele o fato que foi uma grande injustiça pela armação que foi feita”, disse.

Marília Domingues