João Pessoa 27/05/2018 11:54Hs

Início » Notícias » Brasil paga caro por não matar o jogo e fica no empate

Brasil paga caro por não matar o jogo e fica no empate

Na Arena Pernambuco, partida ficou no 2x2

brasil empataNa tabela de classificação, Brasil está com 8 pontos, atrás do Uruguai, que tem 10

Se o Brasil quiser realmente não correr riscos de classificação para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018, vai ter que aprender a matar o jogo quando tem a vantagem no placar. O 2×2 desta sexta-feira, na Arena Pernambuco, acabou sendo um lucro para a a seleção, que mesmo jogando em casa não soube definir o confronto e deixou o Uruguai não só igualar o duelo como também ficar perto da virada. No fim das contas, o empate acabou sendo um alívio para os brasileiros, que ficaram perto de uma grande frustração.

Com oito pontos nas Eliminatórias da Copa, o Brasil fica em terceiro, mas se vê pressionado, principalmente porque encara o Paraguai fora de casa na próxima rodada. Se perder, os brasileiros podem sair da zona de classificação. Por outro lado, os uruguaios estão mais tranquilos com a segunda colocação e os dez pontos. A Celeste recebe Peru.

Euforia acaba em alívio

O Brasil começou dando a impressão de que iria golear. É verdade que o gol de Dougla Costa aos 40 segundos de jogo facilitou a vida da seleção, que ficou um pouco mais recuada para aproveitar os contra-ataques. O Uruguai até ficou com mais posse de bola, mas era os canarinhos que levavam perigo com um ataque veloz formado por Willian, Douglas Costa e Neymar. Sendo assim, não foi surpresa ver Renato Augusto marcar o segundo gol com facilidade. Parecia uma vitória fácil com um boa exibição dentro de campo.

Mas foi pensando que a partida seria fácil que o Brasil se perdeu. Não só porque desperdiçou boas chances de gol mas também por conta dos vacilos na zaga. A Celeste nem precisou forçar tanto para empatar com Cavani e Suárez. Ainda assim, o crescimento dos uruguaios tornou o confronto emocionante e impossível de se prever algo em alguns momentos.

O Brasil, porém, acusou o golpe da igualdade. Diminuiu o ritmo e não soube mais chegar ao gol que poderia dar a vitória. Para piorar a situação, o técnico Dunga não soube mexer no time. Enfranqueceu o meio de campo ao colocar Coutinho e apostou em um Ricardo Oliveira que pouco tocou na bola. A conta do empate tem muita participação do comandante brasileiro. E olhe que a seleção ainda saiu no lucro, afinal Alisson fez milagre no fim da partida ao denfeder chute de Suárez. Fica a lição para o futuro.

Casa cheia

Além de um bom jogo, a Arena Pernambuco também presenciou o recorde de público. Mais de 45 mil pessoas foram para o estádio, dando uma renda de quase R$ 5 milhões, que é outro número relevante.

GALERIA DE IMAGENS

Legenda
JC Online