João Pessoa 25/06/2018 06:15Hs

Início » Notícias » Campina Grande vai ganhar telhado verde

Campina Grande vai ganhar telhado verde

Secretaria de Obras apresentará projeto em 2015 para criação de uma estrutura com camada de vegetação para diminuir calor

campina grande bonitaAs altas temperaturas que Campina Grande tem registrado nos últimos anos possuem fortes aliados que contribuem para que aquele frio proveniente da Serra da Borborema não se estenda mais o ano inteiro. E a concentração de prédios de grande porte, somada ao déficit de cerca de 40 mil árvores como aponta a Coordenadoria de Meio Ambiente da prefeitura municipal, além da queima de combustíveis fósseis, são fundamentais para a emissão de dióxido de carbono e o aumento das ilhas de calor que impedem a circulação do ar, proporcionando o aumento da sensação térmica.

Mas um projeto que deve ser iniciado no próximo ano no município pode começar a reverter esse problema. Sem impedir o crescimento vertical da cidade, a Secretaria de Obras de Campina Grande quer apresentar uma minuta de lei ou um decreto que estabeleça a criação de telhados verdes para que eles possam se tornar isolantes térmicos urbanos e facilitar o gerenciamento de grandes cargas de águas pluviais, ampliando os serviços ambientais na cidade.

Esse tipo de equipamento funciona como uma camada de vegetação aplicada sobre a cobertura das edificações, ou sobre a cobertura de áreas de estacionamento e piso de área de lazer de empreendimentos verticais. Para que ele funcione é utilizada uma técnica cujo objetivo é o plantio de plantas através da impermeabilização e drenagem que possibilitam condições para a execução do telhado verde. Essa alternativa também é possível ser realizada em telhados de residências.

De acordo com o secretário de Obras, André Agra, desde o início do ano estão sendo pensadas ações voltadas para a implantação de medidas que contribuam para a sustentabilidade ambiental, e o plantio de novas árvores na cidade. De acordo com ele, a Coordenadoria de Meio Ambiente tem trabalho em conjunto com a Secretaria de Obras, e tem confirmado o plantio de mais de duas mil mudas no município. Já acerca da proposta do telhado verde, ele apontou que esta será a segunda fase de um projeto que já está em curso no município, que contribuirá para melhorar a situação ambiental na cidade.

“Primeiro nós estamos estimulando o plantio de novas árvores para as solicitações de habits que chegam na secretaria. Há uma regra de pelo menos duas mudas plantadas para cada 100 metros quadrados construídos, e isso vem dando muito certo. Temos avançado na questão da reposição de árvores e estimulado as pessoas a cuidar do meio ambiente. Agora no próximo ano vamos avançar ainda mais com a proposta do telhado verde, principalmente para grandes empreendimentos que podem colaborar com o meio ambiente a partir desses aparelhos que amenizam o calor”, disse.

O secretário ainda apontou que se essa minuta ou decreto já estivesse em vigor, Campina Grande poderia ganhar em breve seu primeiro telhado verde a partir de um edifício que está em construção na cidade. “Recentemente entregamos a licença para um projeto que terá de plantar 180 árvores para estar dentro da lei.

Se essa nossa proposta do telhado verde já estivesse em vigor, certamente esse empreendimento iria desenvolver esse tipo de telhado. Por isso estamos conversando com os empresários para ampliar essa cultura verde e ter a aprovação e participação nessa proposta”, afirmou.

 

Jornal da Paraíba