João Pessoa 25/06/2018 02:44Hs

Início » Notícias » Cássio volta a defender novas eleições e aposta que TSE julgará ações contra Dilma em agosto

Cássio volta a defender novas eleições e aposta que TSE julgará ações contra Dilma em agosto

As ações movidas pelo PSDB contra o uso da máquina do Estado em favor do PT nas eleições presidenciais de 2014 serão julgadas pelo TSE a partir de agosto, disse o tucano

cassio podreO senador Cássio Cunha Lima (PSDB) endureceu discurso contra a presidente Dilma Rousseff e reafirmou que a ‘melhor solução’ para que o país saia da crise instalada é a realização de novas eleições. O senador disse que o Tribunal Superior Eleitoral deve julgar as primeiras ações movidas pelo PSDB contra a presidente em agosto.

O pedido de impeachment da presidente, para o senador, tem fundamentos jurídicos suficientes para ser concretizado. Contudo, Cássio não acredita que essa é a melhor opção. “Precisamos mostrar que no Brasil a lei é para todos e uma das alternativas que temos no campo legal é o impeachment da presidente. Uma outra solução para essa crise toda também sob a égide da lei, respeitando a Constituição, é a realização de novas eleições que particularmente acho que é uma solução melhor do que o impeachment”, defendeu.

As ações movidas pelo PSDB contra o uso da máquina do Estado em favor do PT nas eleições presidenciais de 2014 serão julgadas pelo TSE a partir de agosto, disse o tucano.

O senador alertou para necessidade de fortalecimento e preservação das instituições no país. “É preciso que essa crise seja bem analisada para que não se confunda polícia com política.(…) As instituições devem estar fortalecidas e protegidas inclusive de qualquer interferência política em seu pleno funcionamento”, enfatizou.

Cássio analisou que a crise no Brasil deve aumentar e que providências precisam ser tomadas antes de se chegar a um estágio irreversível . “A crise tende a se avolumar, a crescer, nos próximos meses num ambiente em que temos diminuição do poder de compra do trabalhador e a inflação em nível altíssimos, sentida no dia a dia pelo consumidor”, previu.

Para Cássio, o PT promoveu ‘assalto’ à administração pública.“Um governo que tem hoje um inventário de crimes de corrupção, uma estrutura de assalto ao povo brasileiro e aparelhamento do Estado com o PT e partidos aliados”, concluiu.

Blog do Gordinho