João Pessoa 22/06/2018 22:28Hs

Início » Notícias » Coreia do Norte chama os manifestantes sul-coreanos de “psicopatas”

Coreia do Norte chama os manifestantes sul-coreanos de “psicopatas”

A Coreia do Norte criticou nesta quarta-feira os militantes que protestaram na terça-feira na Coreia do Sul contra a participação do país nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, ao chamar os participantes de “psicopatas”.

Centenas de sul-coreanos protestaram na terça-feira contra a presença do vizinho do Norte no evento olímpico, no dia em que chegaram a Mukho, porto da região leste da Coreia do Sul, 120 artistas norte-coreanos.

Alguns manifestantes exibiram fotos do dirigente norte-coreano Kim Jong-Un com o rosto marcado por um enorme X. Outros pisaram em retratos e queimaram a bandeira norte-coreana e a da unificação.

“Corriam por todos os lados como galinhas sem cabeça, gritavam sobre o ‘barco dos vermelhos’, ‘voltem para casa’, ‘reforcem a aliança Coreia do Sul/Estados Unidos”, afirmou a agência estatal norte-coreana KCNA.

“Pior ainda, não hesitaram em atacar a dignidade do comandante supremo da Coreia do Norte nem em queimar as bandeiras da Coreia do Norte e da península”, completou.

Qualquer insulto contra a família do dirigente norte-coreano provoca a ira de Pyongyang.

“Não são mais que gangsteres cegos inferiores aos animais”, escreveu a KCNA, que chamou os manifestantes de “resíduos humanos”.

Depois dos 120 artistas que chegaram na véspera, nesta quarta-feira 229 animadoras de torcida norte-coreanas chegaram a Coreia do Sul para incentivar os atletas do país nos Jogos de Inverno, que acontecerão em Pyeonchang de 9 a 25 de fevereiro.

As 229 mulheres integram a delegação de 280 pessoas que atravessaram a zona desmilitarizada (DMZ) que divide a península no porto de fronteira de Dorasan, ao norte de Seul.

Istoé