João Pessoa 26/05/2018 04:03Hs

Início » Notícias » Corinthians faz negócio com clube ligado ao narcotráfico

Corinthians faz negócio com clube ligado ao narcotráfico

Envigado, clube colombiano que cedeu ao alvinegro o atacante John Mendoza, é acusado de lavar dinheiro ilegal e está na lista negra dos Estados Unidos

corintians tráficoJohn Stiven Mendoza passou por clubes de seu país e estava no Chennayin FC, da Índia (Chennayin FC/Divulgação)

O gerente de futebol Edu Gaspar confirmou nesta semana que o atacante de 22 anos John Stiven Mendoza, novo contratado do Corinthians que realizou exames médicos nesta quarta-feira, foi oferecido a custo baixo. O jogador, que estava no futebol indiano, pertence ao Envigado Fútbol Club, acusado de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas colombiano.

O clube está na lista negra do Tesouro dos Estados Unidos por ter envolvimento com o narcotráfico e manter relações com um cartel chamado La Oficina de Envigado, estrutura que funciona como “escritório de cobrança” de dívidas com os traficantes. O proprietário do Envigado, Juan Pablo Upequi, foi identificado como um dos líderes da facção e o clube estaria usando as negociações de jogadores para lavar dinheiro ilegal.

Juan Pablo é filho de Gustavo Adolfo Upegui, que durante anos manteve relação próxima com o traficante Pablo Escobar. Assassinado em 2006, Gustavo Adolfo deixou boa parte de suas riquezas para os filhos Juan Pablo e Andrés Felipe, principais sócios do Envigado Fútbol Club. O clube revelou James Rodríguez, camisa 10 da seleção colombiana e um dos principais destaques do Real Madrid.

A investigação congelou os bens do clube nos Estados Unidos e proibiu qualquer cidadão americano de negociar com o clube enquanto permanecer na lista suspeita. Há cerca de um mês, o presidente do clube, Ramiro Ruiz, defendeu-se das acusações. “Somos um livro aberto. Igual a todos os times da Colômbia, estamos regularizados pela Superintendência de Companhias.”

Apesar da restrição americana, as sanções não alcançam o mercado brasileiro. O Corinthians ou qualquer outra equipe nacional pode negociar com o Envigado.

(Com agência Gazeta Press)