João Pessoa 24/04/2018 12:46Hs

Início » Câmara em foco » Discussão entre vereadores descamba para palavrões na Câmara Municipal de JP

Discussão entre vereadores descamba para palavrões na Câmara Municipal de JP

A discussão descambou para um tom mais acalourado quando quando Raoni Mendes acusou Marco Antonio de ter medo do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Marco-Antonio-e-Raoni-300x225Os vereadores Marco Antonio (PPS), líder do prefeito, e Raoni Mendes (PTB), líder da oposição, protagonizaram nesta terça-feira (17) mais um duro embate na Câmara Municipal de João Pessoa.

O bate-boca se iniciou quando Raoni criticou um suposto calote da prefeitura em artistas que participaram de peças publicitárias contratadas pela Secretaria de Comunicação do município.

A discussão descambou para um tom mais acalourado quando Raoni Mendes acusou Marco Antonio de ter medo do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Revolta com a colocação, Marco desafiou Raoni a provar as acusações que fez da tribuna, desabafando que não tinha medo de “porra nenhuma”.

O líder da oposição acusou o colega de “desquilibrado”.

“Eu só quero que a prefeitura cumpra os compromissos assumidos com as pessoas, quem trabalha precisa receber. Eu particularmente tenho uma postura tranqüila, firme, mas o vereador Marco Antonio se desequilíbra quando o contraditório é trazido para a tribuna. Esse é o transtorno de quem tem que defender um governo virtual”, afirmou Raoni.

Já o líder do prefeito justificou sua exaltação como uma resposta as “leviandades de Raoni”.

“Se numa discussão entre vocês usam um termo mais forte, às vezes os ânimos se acirram. Quem é que vai achar certo você trabalhar e não receber. Ninguém vai achar certo isso. Eu fui procurar saber a realidade da história e fui informado que o ator trabalhou para uma agência de publicidade que tem contrato com a prefeitura. Se o ator não recebeu da agência, que cobre da agência. Foi isso que eu coloquei. Querem colocar uma pecha na prefeitura como mau pagadora e isso é uma coisa que irrita”, declarou Marco Antonio.

Objeto de toda a discussão, o secretário adjunto de Comunicação da cidade, Anderson Pires, esteve na Câmara para apresentar aos parlamentares o contrato da agência com as pessoas citadas por Raoni, eximindo a prefeitura de qualquer responsabilidade no assunto.

Blog do Gordinho