João Pessoa 27/05/2018 12:01Hs

Início » Notícias » Gerente de hipermercado é detido após irregularidades na Black Friday em João Pessoa

Gerente de hipermercado é detido após irregularidades na Black Friday em João Pessoa

O gerente do Hiper BomPreço da BR 230 (Estrada de Cabedelo) foi conduzido para lavrar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na delegacia por prática de propaganda enganosa nas ofertas anunciadas para a Black Friday, nesta sexta-feira (24).

De acordo com o secretário Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Helton Renê, entre as irregularidades estão a inconformidade de preços da promoções com o que foi anunciado nas ofertas.

A Black Friday vem se consolidando como um dia importante para as vendas no Brasil, porém, as fraudes no período também vêm se tornando uma tradição.

Ao contrário do que foi divulgado anteriormente o Carrefour não teve gerente conduzido à delegacia para lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por prática de propaganda enganosa na “Black Friday”. O supermercado foi autuado pelo Ministério Público da Paraíba, através do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-Procon), por ter anunciado produtos com descontos considerados irrisórios (menos de 15% do preço médio praticado nas 12 últimas semanas que antecederam a megapromoção).

Fiscalização do MPProcon

O MPProcon também realizou fiscalizações e três hipermercados localizados na Grande João Pessoa foram autuados. Dois deles, por prática de propaganda enganosa na “Black Friday”.

Os preços estavam sendo monitorados desde o dia 13 de setembro e apareceram sem alteração ou com descontos irrisórios na promoção.

No Extra da Avenida Epitácio Pessoa, 40 produtos que tiveram os preços monitorados, apenas nove foram colocados pelo estabelecimento na “Black Friday” e todos eles estavam, de fato, com preços promocionais. Apesar disso, o Procon-JP entendeu que a loja não identificou de forma individualizada para os consumidores os produtos que estavam na “megapromoção” e por isso, autuou o estabelecimento, que já providenciou as adequações.

Já no Hiper Bom Preço da BR-230, a pesquisa por amostragem revelou que dos 37 itens que tiveram os preços monitorados nos últimos meses, 31 foram anunciados pela loja como promocionais. No entanto, 19 produtos estavam com preços iguais aos valores praticados antes do “Black Friday” e seis apresentavam descontos irrisórios. Por isso, a loja foi autuada pelo MP-Procon e o gerente foi conduzido à delegacia para lavrar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por prática de propaganda enganosa.

O mesmo ocorreu no Carrefour da BR-230. Dos 37 produtos que tiveram os preços monitorados pelo MPPB, apenas sete foram colocados pela loja na promoção “Black Friday”, sendo que quatro deles estavam com o mesmo preço que foi praticado semanas antes da megapromoção.

As três equipes formadas por fiscais do MP-Procon, dos Procons de João Pessoa, Cabedelo e Bayeux, delegados de polícia, policiais militares e estudantes do Curso de Ciências Contábeis da Instituição de Ensino Superior da Paraíba (Iesp) continuarão o trabalho de fiscalização em lojas localizadas nos shoppings Manaíra e Mangabeira.

Marília Domingues