João Pessoa 21/06/2018 16:05Hs

Início » Notícias » Gol de mão elimina o Brasil da Copa América

Gol de mão elimina o Brasil da Copa América

Com jogada incrivelmente irregular no 2ºT, Seleção perde do Peru por 1 a 0 e deixa situação de Dunga complicada

brasil eleiminadoUm gol de mão no segundo tempo eliminou o Brasil na fase de grupos da Copa América Centenário. Ruidíaz fez o gol irregular que deixou o Peru na primeira posição do Grupo B. O Brasil acabou em terceiro, atrás do Equador, e eliminado.

Com erro de arbitragem ou não, o fato é que a situação do técnico Dunga se complica bastante. Se o trabalho do treinador já era questionado pelo discreto desempenho nas Eliminatórias da Copa, a eliminação precoce nos EUA só aumenta a pressão.

Dunga promoveu mudanças no jogo deste domingo e deixou a Seleção Brasileira mais leve, com Lucas Lima e Gabriel. No primeiro tempo, o Brasil foi muito bem e criou boas oportunidades para marcar. Faltou pontaria na finalização.

Como o Brasil precisava do empate para se classificar, os jogadores diminuíram um pouco o ritmo na etapa final e deixaram o Peru criar.

O lance crucial da partida ocorreu aos 29 minutos do segundo tempo. Em cruzamento pela direita de Polo, Ruidíaz esticou o braço e escorou para o fundo das redes. Os jogadores brasileiros imediatamente reclamaram da jogada. A arbitragem de Andrés Cunha demorou incríveis três minutos para tomar uma decisão e validar o gol ilegal.

Vale lembrar que o Brasil há muito tempo não tem uma representatividade de peso na Conmebol e na Fifa. O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, simplesmente não viaja ao exterior, após as divulgações de escândalos de corrupção no futebol.

Com a desvantagem no marcador, os jogadores brasileiros nitidamente se desesperaram. A seleção tentou encontrar o empate através de cruzamentos e chuveirinhos na área. Aos 47 minutos do segundo tempo, Elias ficou livre dentro da área, mas não conseguiu escorar com força ao gol.

A inacreditável queda na fase de grupos da Copa América Centenário só aumenta o sinal de alerta para as Eliminatórias, onde a Seleção Brasileira corre o real risco de não se garantir pela primeira vez na história em uma Copa do Mundo.

Band