João Pessoa 18/06/2018 23:17Hs

Início » Notícias » Indonésia vai executar dez condenados à morte em março ou abril

Indonésia vai executar dez condenados à morte em março ou abril

Indonésia vai executar 10 homensOs dez estrangeiros condenados à pena de morte por tráfico de drogas na Indonésia, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte, serão executados ao mesmo tempo em março ou abril, declarou nesta quinta-feira (12) o porta-voz da Procuradoria indonésia. O governo da Austrália ainda tenta negociar com Jacarta a transferência dos dois australianos no corredor da morte.

 Tony Spontana disse que esse era o plano inicial da justiça e ele continua mantido. A data será fixada quando tiverem esgotado todos os recursos apresentados pelos advogados de defesa e governos.

Rodrigo Gularte, de 42 anos, está preso desde julho de 2004, após tentar entrar na Indonésia com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele foi condenado à morte no ano seguinte. O governo brasileiro tentou, sem sucesso, evitar sua condenação.

Austrália tenta último recurso

O governo australiano propôs nesta quinta-feira pagar os custos da prisão de seus cidadãos no corredor da morte se a pena deles for comutada. A intenção é evitar a execução iminente dos australianos Andrew Chan e Myuran Sukumaran, acusados de liderarem uma rede de traficantes de heroína entre a Austrália e a Indonésia.

Condenados em 2006, os dois australianos foram transferidos recentemente para a prisão de segurança máxima em uma ilha indonésia para serem executados.

“O governo australiano estaria disposto a arcar com os custos da prisão perpétua de Chan e de Sukumaran se uma transferência (para uma prisão australiana) for possível”, escreveu a ministra das Relações Exteriores da Austrália, Julia Bishop, em uma carta dirigida ao chefe da diplomacia indonésia Retno Marsudi.

“Não gostaríamos que a execução deles fragilizasse os vínculos sólidos [entre a Austrália e a Indonésia] que conseguimos estabelecer após anos de esforços”, ameaçou.

A Austrália já havia proposto uma troca de prisioneiros, que foi rejeitada pelas autoridades indonésias. O advogado dos dois australianos encaminhou um último recurso para a justiça do país. A audiência, que seria realizada hoje, foi transferida para o dia 19 de março.

Condenado francês

O francês Serge Atlaoui, de 51 anos, condenado em 2007 por tráfico de drogas, também entrou com um recurso para revisão da pena. Em uma audiência na quarta-feira (11), o tribunal rejeitou o pedido da defesa de ouvir mais testemunhas, alegando que nenhuma prova nova havia sido entregue.

RFI