João Pessoa 18/08/2018 22:03Hs

Início » Notícias » Mapa estratégico do MPPB vai passar por avaliação e revisão em 2013

Mapa estratégico do MPPB vai passar por avaliação e revisão em 2013

O Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) está programando para o final do mês de fevereiro de 2013 um workshop para avaliação e revisão do atual mapa estratégico da instituição.

O primeiro passo aconteceu esta semana, durante uma reunião preliminar entre o procurador-geral de Justiça do MPPB, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, e o coordenador da Gerência de Planejamento e Gestão (Geplag), promotor de Justiça Raniere da Silva Dantas.

“Nesta primeira reunião, o procurador-geral e eu começamos a analisar as melhores formas e mecanismos de participação dos promotores e procuradores nesse processo”, explica Raniere Dantas, ressaltando a importância da revisão do planejamento estratégico do Ministério Público paraibano. “Essa é uma preocupação constante do procurador-geral, com vistas ao alinhamento do nosso mapa com a estratégia nacional do Ministério Público”.

Ainda no início dos estudos e avaliações, o coordenador da Geplag adianta que haverá mudança no mapa estratégico, com novos projetos em 2013”. Ainda não podemos especificar, mas teremos mudanças, sim, inclusive com projetos novos”, sintetiza o promotor Raniere Dantas.

A Gerência de Planejamento e Gestão (Geplag) foi instituída por ato do procurador-geral de Justiça, em 8 de fevereiro de 2012, dentro da política proposta pela administração superior de tornar o Ministério Público da Paraíba reconhecido pela sociedade.

O “pacto” foi anunciado pelo procurador-geral Oswaldo Filho em junho de 2011, para incentivar os procuradores, promotores de Justiça e servidores, durante uma reunião global de análise de desempenho do Planejamento Estratégico, que já vinha sendo desenvolvido desde o início daquele ano.

Foram 27 projetos que iniciaram o Planejamento Estratégico da instituição. A maior parte com atuação voltada aos anseios sociais, como em Cidadania (‘Assegurar a Criação, Implantação e Funcionamento dos Conselhos Municipais de Idosos’); na área da Educação (‘Fiscalização da Qualidade da Educação Básica nas Escolas Públicas da Paraíba’); Meio Ambiente (‘Construção de Cidadania Sócio-Ambiental’), na área da Saúde (‘Capacitação dos Conselhos Municipais de Saúde’; na área da Infância e Juventude (‘Prioridade Absoluta’ e ‘Nome Legal’); entre outros.

MPPB