João Pessoa 25/05/2018 20:25Hs

Início » Notícias » ‘Matou uma família’, diz mulher de passageiro morto em assalto a ônibus

‘Matou uma família’, diz mulher de passageiro morto em assalto a ônibus

reagiu assalto“Ele não matou uma pessoa, matou uma família”. A frase é da mulher de José Carlos Cardoso da Silva, 62 anos, aposentado morto durante um assalto a ônibus. O corpo dele foi sepultado na tarde desta sexta-feira (3) no Cemitério Campo Santo. Familiares e amigos se emocionaram na despedida de José Carlos, que foi morto por um ladrão quando reagiu a um assalto. Ele havia sacado R$ 8 mil na manhã do dia do crime. Segundo o delegado José Nelis, o valor foi encontrado com ele após o crime

Segundo a esposa de José Carlos, que prefere não se identificar, o dinheiro era referente a uma rescisão. José Carlos sacou o valor em um Caixa na Pituba e depois seguiu para Lauro de Freitas, onde era sua agência, para tentar negociar o pagamento parcial de um empréstimo de R$ 10 mil. A esposa não sabe detalhar o que aconteceu, mas José Carlos não conseguiu chegar a um acordo. Ainda com o dinheiro, ele foi de ônibus até Itapuã, onde mudou de coletivo para seguir até o Comércio. Lá, iria resolver algumas pendências com relação à sua aposentadoria – ele tinha apenas uma semana aposentado.

Do Comércio, ele pegou o ônibus que seguiria para o Vale das Pedrinhas. Morador de Santa Cruz, ele ainda iria encontrar a mulher em Daniel Lisboa – o casal vivia em casas separadas. A mulher contou que chegou a pedir para José Carlos aguardar para que ela fosse com ele no banco sacar, mas ele não quis esperar. Ela falou com o marido pela última vez às 13h, quando ele ainda estava com os R$ 8 mil.

Correio da Bahia